A Câmara da Mealhada aprovou o lançamento do concurso para a “Requalificação da Pampilhosa Baixa”, uma obra que ascende a 3,7 milhões de euros (IVA incluído) e que tem como prazo de execução 24 meses.

“O projeto, que pretende transformar a Pampilhosa Baixa, inclui a requalificação de arruamentos urbanos (ao nível da rede pedonal e viária, com criação de bolsas de estacionamento), dos espaços públicos e das infraestruturas (redes de abastecimento de águas e redes de águas residuais). Contempla ainda a intervenção nos espaços livres e das zonas verdes urbanas, bem como iluminação pública e mobiliário urbano”, lê-se num comunicado da Câmara da Mealhada, que acrescenta que “a empreitada, que será concretizada de forma faseada para minimizar os constrangimentos da população e do tráfego automóvel, abrange a Rua da República e a Rua da Estação (que será prolongada), a Rua Dr. Abel da Silva Lindo, a Rua do Mercado, a Rua Joaquim Cruz, entre outras”.

“Trata-se de uma obra que vai permitir uma melhoria significativa de quem vive, trabalha ou se desloca à Pampilhosa. Acreditamos que esta intervenção permitirá revitalizar toda esta zona da vila”, sublinha Rui Marqueiro, presidente da Câmara da Mealhada.