A Rede de Bibliotecas Municipais da CIRA – Comunidade Intermunicipal da Região de Aveiro, onde está integrada a Rede de Bibliotecas de Anadia, criou, recentemente uma plataforma para a gestão integrada das bibliotecas municipais e escolares. Esta nova ferramenta tem como objetivo a promoção da leitura, a disponibilização aos seus utilizadores de um acesso único aos conteúdos existentes nas diferentes bibliotecas da região, bem como a facilitação do registo de utentes.

“Pretende-se assim aumentar a eficácia dos processos de registo de utilizadores e a consulta dos catálogos de conteúdos disponibilizados pelas diferentes bibliotecas, reduzindo o tempo média de pesquisa e possibilitando o acesso a número mais elevado de recursos, facilitando, em simultâneo, a gestão dos processos de partilha e empréstimos, entre bibliotecas, que atualmente ocorrem”, lê-se num comunicado da Autarquia de Anadia, que acrescenta que, “no sentido de agilizar e simplificar a constituição do catálogo coletivo das bibliotecas municipais e escolares da Região de Aveiro, foi constituída uma base única bibliográfica para disponibilizar um único portal de pesquisa, que permitirá aceder aos diferentes conteúdos das diferentes bibliotecas, integrando dados dos onze sistemas, no catálogo coletivo das bibliotecas municipais e escolares da Região de Aveiro”.

O documento sublinha ainda que “de modo a facilitar novas inscrições de utilizadores das várias bibliotecas da CIRA e a uniformizar essa informação, foi criada uma base única de registo de utilizador com mecanismos de difusão para bases locais e de consulta do seu estado. Através de formulário próprio da Rede de Bibliotecas Municipais da CIRA o utilizador faz a sua pré-inscrição em linha. São disponibilizados mecanismos de importação dessa mesma informação para formalização nas bibliotecas locais, permitindo a uniformização e a existência de uma informação de registo conjunta das bibliotecas da rede. No sentido de cruzamento de informação sobre a utilização local de cada utilizador e uniformização de condições de acesso, a base central disponibiliza mecanismos de gestão e atualização do estado de validade do utilizador na rede”.

O projeto foi desenvolvido, no âmbito da operação Região de Aveiro Digital, sendo cofinanciado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional através do Programa Operacional Centro 2020.