Um minuto e 20 segundos foi o tempo necessário para o furto de moedas – cerca de cinco, seis euros – a uma máquina de bebidas localizada numa lavandaria self-service, na Mealhada. Uma chave de fendas foi o instrumento utilizado pelo indivíduo, tanto para abrir a porta da lavandaria, como o da máquina, estando a sua passagem pelo local registada em vídeo pelas câmaras de vigilância do espaço.

«Chega a pé, abre a porta, vai direito à máquina do café, tira as moedas e vai-se embora deixando a porta aberta», conta Tânia Duarte, a proprietária da «Dimi-Wash», assaltado na madrugada de quarta-feira, 20 de janeiro, pelas 3h29. «15 minutos depois volta a entrar, olha para as máquinas da roupa e para a central de pagamento e como deve ter visto que não ia conseguir furtar mais nada, fechou a porta da lavandaria e foi-se embora com as mãos nos bolsos como se não tivesse acontecido nada», continua.

Sobre os prejuízos, ao nosso jornal, Tânia Duarte, explica que «a porta apenas foi ligeiramente forçada» e que «a máquina do café tinha pouco valor porque a proprietária foi lá ao final da tarde de ontem (terça-feira) fazer a recolha monetária».

O caso está já entregue às autoridades, tendo a proprietária do espaço confirmado ao «Bairrada Informação» que a queixa foi formalizada ao final da tarde de ontem.

 

 

Mónica Sofia Lopes