Como fazer reclamação de interrupção de voo da Transavia?

O voo da Transavia atrasou? Foi cancelado? Mesmo com todos os documentos e sem nenhuma irregularidade teve o embarque recusado? Esses são alguns dos problemas mais comuns envolvendo interrupção de voo. Apesar de milhares de passageiros serem afetados por situações como essas, tanto com a Transavia quanto com outras transportadoras, uma pequena porcentagem decide efetivar uma reclamação e solicitar indemnização.

 

Como garantir o direito à indemnização?

Para efetivar uma reclamação contra a Transavia, ou outra companhia aérea, é preciso ter consigo documentos que comprovem os dados da reserva original, bem como as intercorrências. Isso porque os reembolsos de gastos com assistência e o valor da indemnização dependem da distância entre a origem e o ponto de chegada bem como o tempo em que o passageiro precisou esperar até chegar ao seu destino.

Por isso, é importante ter guardado os recibos e demais informações com a reserva do voo, o bilhete aéreo e ter registros do atraso ou cancelamento, como fotos das telas de partidas de voos e anotações com nome do funcionário da companhia aérea e a causa para a interrupção do voo bem como o horário de chegada ao destino. Quanto mais informações, mais fácil é provar a falha da transportadora.

Com todos os dados em mãos, é hora de verificar se o caso é elegível à compensação e, então, entrar com um processo para garantir a indemnização. Uma forma de fazer a reclamação é entrar em contato com a Transavia e esperar resposta da transportadora. Caso não funcione, o passageiro deve entrar em contato com a autoridade nacional do país onde ocorreu a interrupção ou, caso seja fora da UE, do país em que está sediada a companhia aérea.

Para diminuir a burocracia e garantir que as transportadoras sejam responsabilizadas pelas suas falhas, há seis anos a AirHelp oferece o serviço de a ssistência a passageiros aéreos que tem direito à indemnização. Através do site da empresa é possível conferir se o caso é elegível à compensação e oficializar a reclamação da Transavia pela AirHelp.

Direito dos passageiros aéreos

O Regulamento CE 261/2004 estabelece todos os direitos dos passageiros aéreos em casos de interrupção de voo. De acordo com a lei, em casos de cancelamento, atrasos e recusas de embarque, a Transavia e as demais companhias aéreas devem prestar as devidas assistências aos passageiros. O tipo de assistência, bem como os valores para indemnização variam de acordo com a distância entre a origem e o destino e o tempo em que o passageiro precisa esperar para seguir viagem.

 

º Até 1.500km em voos comunitários:

A partir de duas horas de espera, seja por conta de atraso do voo ou o tempo em que precisa aguardar para ser realocado em outro voo em caso de cancelamento ou recusa de embarque, a transportadora precisa garantir alimentação, bebida e acesso a comunicação, seja chamada telefônica ou email.

Se o voo for cancelado e o passageiro tiver que ser reencaminhado para outro voo, há direito a indemnização de 125€ se o tempo de espera for até duas horas e 250€ se for um tempo superior.

Para voos atrasados, a partir de três horas de espera, ou em caso de recusa de embarque, o passageiro passa a ter direito à indemnização de 250€

 

º Mais de 1.500 km em voos comunitários ou entre 1.500 e 3.500km em voos não internos:

A partir de três horas de espera, seja por conta de atraso do voo ou o tempo em que precisa aguardar para ser realocado em outro voo em caso de cancelamento ou recusa de embarque, a transportadora precisa garantir alimentação, bebida e acesso a comunicação, seja chamada telefónica ou email.

Se o voo for cancelado e o passageiro tiver que ser reencaminhado para outro voo, há direito a indemnização de 200€ se o tempo de espera for até duas horas e 400€ se for um tempo superior.

Para voos atrasados, a partir de três horas de espera, ou em caso de recusa de embarque, o passageiro passa a ter direito à indemnização de 400€

 

ºMais de 3.500km para voos não internos:

A partir de quatro horas de espera, seja por conta de atraso do voo ou o tempo em que precisa aguardar para ser realocado em outro voo em caso de cancelamento ou recusa de embarque, a transportadora precisa garantir alimentação, bebida e acesso a comunicação, seja chamada telefônica ou email.

Se o voo for cancelado e o passageiro tiver que ser reencaminhado para outro voo, há direito a indemnização de 300€ se o tempo de espera for até duas horas e 600€ se for um tempo superior.

Para voos atrasados, a partir de três horas de espera, ou em caso de recusa de embarque, o passageiro passa a ter direito à indemnização de 600€.

Independente da distância, caso o passageiro seja remanejado para um voo com data de embarque diferente da passagem original, se estiver fora da cidade de residência, as transportadoras são obrigadas a bancar hospedagem e traslado. A única condição que exime a companhia aérea de indemnizar o passageiro é se a transportadora não puder fazer nada para evitar a interrupção do voo, como tempestade de neve, greve ou emergências médicas.

 

Problemas com bagagens

Se o passageiro notar problemas com as malas, estejam elas danificadas ou mesmo se não chegarem ao destino, é preciso notificar à companhia aérea o mais rápido possível. Apesar do prazo para reclamação ser de até sete dias, o recomendado é que seja feito ainda na zona de retirada de bagagens.

Após preencher um formulário, será dado um localizador para que o passageiro possa acompanhar as atualizações do processo online. Se a mala estiver danificada, será necessária uma inspeção e, em seguida, a transportadora informará se vai providenciar o reparo ou se fornecerá outra bagagem ao passageiro.

Se a mala não chegar ao destino no mesmo voo do passageiro, a companhia aérea precisa ressarcir os custos com itens indispensáveis, como roupa íntima, escova de dente e sabonete, por exemplo. A bagagem é considerada perdida caso não seja encontrada em até 21 dias e, neste caso, o passageiro tem direito à indemnização de até 1300€.

 

Fonte das imagens:

https://pixabay.com/it/photos/aereo-pista-compagnia-aerea-2661074/

ttps://pixabay.com/it/photos/aeroporto-trasporti-donna-ragazza-2373727/

https://pixabay.com/it/photos/viaggio-valigia-ragazza-vacanza-1934330/