O estado do tempo em Portugal continental está ser influenciado por um anticiclone localizado a sudoeste na região da Madeira, estendendo-se em crista até à Península Ibérica, cujo enfraquecimento, permite aproximação e passagem de sucessivas de superfícies frontais.

Durante o dia de segunda-feira, com a passagem de uma superfície frontal fria de fraca atividade, a chuva fraca ocorre ainda na região Sul até ao meio da tarde.

Para terça-feira, prevê-se precipitação em todo o território, em especial nas regiões Norte e Centro e a partir da tarde, onde poderá ser persistente e por vezes forte, e que poderá ser de neve nos pontos mais altos da Serra da Estrela. O vento será do quadrante sul, moderado a forte no litoral oeste, com rajadas até 80 km/h a norte do Cabo Raso, e forte nas terras altas, com rajadas até 100 km/h nas regiões Norte e Centro.

Para segunda-feira, dia 4, está prevista uma descida da temperatura máxima, devendo variar entre 14 e 19°C, mas entre 8 e 13°C no interior Norte e Centro, mantendo-se estes valores sem variação significativa durante o dia de terça-feira. A temperatura mínima varia entre 8º e 12ºC, exceto em alguns locais do interior Norte e Centro onde varia entre 1 e 7ºC. Nesta região, na terça-feira, a temperatura mínima poderá registar uma ligeira descida.

Prevê-se um aumento da agitação marítima a partir da tarde de terça-feira no litoral a norte do Cabo Carvoeiro, com ondas de sudoeste/oeste com 4 a 5 metros, que se estenderá a toda a costa ocidental na quarta-feira.

Aconselha-se o acompanhamento das atualizações deste comunicado durante os próximos dias.

 

Para mais detalhes sobre os avisos meteorológicos emitidos consultar:

http://www.ipma.pt/pt/otempo/prev-sam/  

 

Para mais detalhes sobre a previsão meteorológica para os próximos dias consultar:

http://www.ipma.pt/pt/otempo/prev.descritiva/  

 

http://www.ipma.pt/pt/otempo/prev.significativa

 

 

Fonte: Instituto Português do Mar e da Atmosfera

Imagem com Direitos Reservados