Mais de sete mil pessoas assistiram, na tarde de ontem, ao primeiro corso do Carnaval Luso Brasileiro da Bairrada. Depois da “enchente” deste domingo, a festa prossegue na noite de hoje, com um desfile agendado para as 21h 30m e outro amanhã, às 15 horas.

Gaiteiros, Circo Mundial, Mala D’Arte, Desafio d’Arte e um grupo de performance constituído por artistas da Mealhada e convidados deram cor, brilho e animação à avenida. A estes, claro, juntam-se as maiores atrações da festa: as escolas de samba.

O Batuque, da Mealhada, encheu a avenida com o enredo “Arábia, um harém de histórias”; os Amigos da Tijuca, de Enxofães, no concelho de Cantanhede, “desfilaram” sentimentos com o tema “A essência de ser diferente”; os Sócios da Mangueira, da Póvoa da Mealhada, exibiram “Por tudo o que é mais sagrado”; e a Real Imperatriz, de Casal Comba, promoveu “um espetáculo de amor” passado numa história de um circo.

“Superou as nossas expetativas. As escolas de samba estão cada vez melhores”. Foram estas as primeiras palavras de balanço de Alexandre Oliveira, presidente da direção da Associação de Carnaval da Bairrada, garantindo “estarem (toda a equipa organizadora do evento) muito satisfeitos”.

“Grande moldura humana, diversão e folia” destaca o dirigente, que elogia a prestação dos reis do Carnaval, Igor Marchesi e Inês Simões. “São fantásticos!”, enalteceu.

No final do corso, o actor brasileiro referiu sentir-se “lisonjeado por ser um dos reis dos quarenta e dois carnavais da Mealhada”. E não esquecendo que o evento só termina na próxima terça-feira, garantiu: “Vamos fazer deste Carnaval o melhor de sempre!”.

A atriz e apresentadora Inês Simões elogiou a gastronomia da região, agradecendo “aos patrocinadores e à Câmara da Mealhada que fazem com este Carnaval seja o melhor do país”. “Adoro as pessoas da Mealhada!”, concluiu.

Ontem, o corso teve presente um painel de vinte e cinco jurados que avaliaram a prestação das quatro escolas de samba em dez quesitos, nomeadamente, bateria, enredo, porta-bandeira e mestra-sala, harmonia, etc. O concurso, designado de “Joham d’Oliveira” em homenagem a um folião já falecido, é organizado pela Associação de Carnaval da Bairrada e as escolas de samba. Os resultados, segundo conseguimos apurar, serão divulgados na noite de amanhã, terça-feira, 5 de março, na Tenda dos espetáculos noturnos, que hoje conta com o músico Nuno Bastos e amanhã com Pegada Careoca.

 

Texto de Mónica Sofia Lopes

Galeria de fotografias, de JOSÉ MOURA, em https://www.facebook.com/bairradainformacao/