Perante notícias da intenção de construir uma Central de Betão e Betuminosos na freguesia de Avelãs de Caminho, no concelho de Anadia, os deputados do PSD pedem esclarecimentos ao Governo.

Numa pergunta ao ministro do Ambiente e da Ação Climática, André Neves, Bruno Coimbra, Ana Miguel dos Santos, António Topa, Helga Correia e Carla Madureira, deputados do PSD eleitos por Aveiro, pretendem saber se o Governo tem “conhecimento da instalação” desta central e se “Agência Portuguesa do Ambiente está a acompanhar” o caso ao abrigo das suas competências.

Os deputados insistem que há um conjunto de “preocupações” em torno da instalação da central. “O concelho de Anadia, para além de conter importantes ecossistemas e ter diversas atividades económicas assentes na qualidade ambiental, é atravessado por uma rede hidrográfica que inclui três sistemas de aquíferos: o cársico da Bairrada; o sistema cretácico de Aveiro e o sistema quaternário de Aveiro (no qual também se encontra enquadrado o concelho de Águeda)”, referem.

O PSD alerta que foram sinalizadas “35 medidas a executar no sentido de minimizar o impacte ambiental decorrente da instalação da central”, tendo sido apenas considerados “aspetos como o impacto na qualidade do ar e da água”.

 

O PSD pergunta:

  1. Tem o Governo conhecimento da instalação de uma central de betão e betuminoso no concelho de Anadia?
  2. A Agência Portuguesa do Ambiente está a acompanhar a instalação desta central de acordo com aquelas que são as suas competências enquanto autoridade nacional para o Ambiente?
  3. Pode o Governo garantir que estão a ser cumpridos todos os requisitos para que sejam salvaguardados a segurança e a saúde da população local e a defesa do património ambiental daquela região?

 

 

Fonte: PSD