Sete é, sem dúvida, um número com muito significado para o Rei dos Leitões. Para além de ser, de todos, o número mais místico, está associado ao perfeccionismo – característica que assenta que nem uma luva na dupla que lidera e na equipa que dá vida ao restaurante bairradino –, e ao ano de fundação do Rei: 1947. Versando agora no Guia Boa Cama Boa Mesa (BCM) do Expresso, foi no ano de 2017, aquando das celebrações dos 70 anos do Rei, que este restaurante se estreou, logo com presença dourada. Recebera, então, o seu primeiro ‘Garfo de Ouro’, distinção renovada em 2018, 2019 e agora, em 2020. É caso para dizer que o Rei fez o tetra!

Situado na reta da Mealhada, famosa pelos seus restaurantes de leitão assado à moda da Bairrada, este é muito mais do que um lugar de culto desta iguaria. Segundo o jornalista e crítico de gastronomia do BCBM Fernando Brandão, o Rei dos Leitões é “um dos segredos melhor guardados da gastronomia nacional”, que se distingue pelo facto de apostar numa oferta diversificada e numa cozinha criativa, com carnes provenientes de produtores de topo e dos mais frescos peixes e mariscos, que marcam pontos e conquistam preferências. Isto, sem esquecer a pastelaria de alto gabarito.

Atualmente à frente da cozinha do Rei dos Leitões está o chef Luís Apóstolo, que, apesar de jovem, tem vindo a mostrar um percurso de árduo trabalho, mas sorridente. Foi ele que, juntamente, com a proprietário, Licínia Ferreira, subiu ao palco para receber o ‘Garfo de Ouro’ das mãos de Francisco Pedro Balsemão, CEO do Grupo Impresa, no âmbito da cerimónia de divulgação e entrega dos prémios BCBM, que decorreu ontem, dia 03 de março, no Edifício do Grupo Empresa, em Paço de Arcos.

Nota para o facto de o Rei dos Leitões contar já com variados prémios no seu curriculum. Em destaque, dois recebidos no ano passado: o ‘Prémio David Lopes Ramos’, atribuído à dupla Licínia Ferreira e Paulo Rodrigues nos ‘Prémios Grandes Escolhas’ – trata-se de um dos mais prestigiantes galardões, uma vez que é atribuído a personalidade(s) que dão um importante contributo ao mundo da gastronomia –; e a eleição como ‘Melhor Restaurante da Europa 2019’ (Best European Restaurant) pelo Conselho Europeu de Confrarias Enogastronómicas (CEUCO).