A Proteção Civil Municipal da Mealhada mantinha, ao início da noite deste sábado e desde a tarde de quinta-feira, o encerramento da Mata Nacional do Bussaco por razões de segurança, depois da passagem das depressões Elsa e Fabien, que causou diversos estragos nesta floresta pública.

Recorde-se que os ventos fortes e a chuva intensa que se fizeram sentir nos últimos dias provocaram a queda de dezenas de árvores e originaram algumas derrocadas (aluimentos de terra) e estragos no pavimento. As áreas mais afetadas foram a zona da Fonte Fria, Serpa e nas imediações da porta da Rainha/Museu Militar.

A Proteção Civil da Mealhada, a Câmara Municipal, os Sapadores Florestais e os Bombeiros da Mealhada tomaram conta da ocorrência.

 

Galeria de fotografias, de José Moura, em https://www.facebook.com/bairradainformacao/