A antiga pista de ciclismo em Sangalhos, no concelho de Anadia, é agora um Ecoparque com espaços verdes, infraestruturas desportivas e de recreio, um campo de basquetebol e uma zona de merendas e sanitários. O recinto, inaugurado na tarde de 9 de fevereiro, “nasceu” de um projeto vencedor do Orçamento Participativo Jovem 2017, cujo investimento camarário rondou os cem mil euros.

“Foi durante um jantar da equipa que surgiu a ideia”, declarou, aos jornalistas, João Pedro, na altura (época 2016 – 2017) atleta na equipa Seniores B de basquetebol do Sangalhos Desporto Clube, acrescentando que “a ideia foi prontamente acolhida pelo diretor do grupo, Mário Martinho”.

O desaproveitamento do espaço, carregado de história, foi o ponto de partida para que a ideia passasse para o papel. “Contribuímos com muitas sugestões e até fizemos um esqueleto do projeto”, declarou o jovem, satisfeito com o resultado final. “Foi mesmo isto que pensámos”, concluiu.

Com uma área de seis mil e quinhentos e cinquenta metros quadrados, o Ecoparque de Sangalhos contém um conjunto de valências, nomeadamente áreas arborizadas, infraestruturas desportivas e de recreio (circuito de manutenção, campo desportivo de basquetebol, zona de merendas e parque infantil), mobiliário urbano (bancos, papeleiras, bebedouros, entre outros) e infraestruturas básicas como sanitários. “A caminho” está a iluminação, que será colocada em breve.

Na cerimónia de inauguração, Teresa Cardoso, presidente da Câmara de Anadia, elogiou os jovens mentores da ideia, num local onde “outrora, estiveram muitos campeões”. “Um espaço de convívio com uma forte vertente ambiental”, continuou a autarca, passando o testemunho “da responsabilidade” do sítio para a Junta, que contará com a colaboração do Sangalhos Clube.

“Queremos que seja utilizado, mas também preservado”, apelou a edil, garantindo que “quando investimos dinheiro público, gostamos que os espaços sejam preservados. Sangalhos merece e o concelho de Anadia também”. Em jeito de conclusão, Teresa Cardoso incentivou ainda “à participação dos munícipes nos próximos orçamentos participativos”.

António Floro, presidente da Junta de Freguesia, também se manifestou “muito satisfeito, pelo povo de Sangalhos e de todo o concelho terem agora um espaço de lazer”. O autarca aproveitou a ocasião para felicitar, publicamente, “os jovens que apresentaram o projeto”.

 

Mónica Sofia Lopes