O concelho de Cantanhede tem cinco praias que fazem parte da seleção da Associação Nacional de Conservação da Natureza distinguidas com a classificação de “Qualidade de Ouro 2021”, estatuto atribuído pela Quercus às pontuadas com água excelente nas cinco últimas épocas balneares, de 2016 a 2020. É esse o caso das praias marítimas da Tocha e do Palheirão, ambas na freguesia da Tocha, e das praias fluviais dos Olhos da Fervença, na freguesia de Cadima, de Ançã e das Sete Fontes, na freguesia de Ourentã, todas elas reconhecidas pela observância dos mais elevados padrões exigidos na avaliação das zonas balneares.

«A atribuição do estatuto de “Praia com Qualidade de Ouro 2021” à Praia da Tocha tem sido habitual e vem mais uma vez reforçar a garantia da qualidade que lhe é amplamente reconhecida, o que de resto é comprovado pelo facto de ostentar mais uma vez em 2021 e desde há 31 anos consecutivos, a Bandeira Azul, símbolo de qualidade ambiental, segurança e bem-estar, entre outros aspetos. Os dois galardões serão hasteados brevemente, atestando assim o integral cumprimento das exigências que estão na base da sua atribuição à Praia da Tocha, sendo de destacar, para além da qualidade da água do mar e da irrepreensível limpeza dos areais, as boas condições de acesso, o elevado nível dos serviços prestados aos utentes e a oferta de um diversificado leque de atividades de animação e ocupação dos tempos livres», reforça, em comunicado, o Município de Cantanhede, que acrescenta que «situada a alguns quilómetros a norte da Praia da Tocha, a Praia do Palheirão faz jus ao estatuto de Praia Dourada, resistindo, absolutamente como autêntico refúgio com enquadramento ambiental de exceção, ideal para quem deseja um contacto íntimo e solitário com uma paisagem imaculada. Esta praia estende-se por vários quilómetros de areais intactos, entre o ondulado das dunas contíguas a uma imensa mancha florestal e o horizonte infinito do azul do mar».

No que se refere às praias fluviais, a dos Olhos da Fervença volta a ostentar a bandeira “Qualidade de Ouro” acentuado o estatuto de exceção que lhe é conferido pelas nascentes, os famosos “olhos de água” com particularidades invulgares e únicas, e muito bem integradas numa zona natural de eleição que todos os anos atrai uma significativa afluência de visitantes. Este ano também as praias fluviais de Ançã e das Sete Fontes, em Ourentã, recebem o galardão, o que significa que a qualidade da água nos últimos cinco anos cumpre com os mais rigorosos requisitos impostos pela Quercus.

A Praia Fluvial de Ançã é um lençol de água alimentado pelo caudal da principal fonte da vila, verdadeiro ex-libris inserido bem no centro do núcleo urbano, estando aberta ao público nos meses de Verão, com vigilância por um nadador-salvador.

A Praia Fluvial das Sete Fontes, também vigiada por um banheiro, é alimentada pelos caudais das nascentes que lhe dão o nome e está integrada num parque que possui várias estruturas de apoio, designadamente um parque infantil, um pequeno circuito de manutenção, uma zona de merendas e casas de banho públicas.