O projeto “ArtcomVida” foi um dos finalistas da 3.ª edição do “Prémio Cidades Educadoras 2020 para Boas Práticas de Inclusão e Democratização da Cultura”. 58 projetos, oriundos de 50 cidades, de 13 países e de quatro continentes, candidataram-se a este prémio. Entre os dez finalistas, contam-se quatro projetos portugueses, um da Argentina, um do México, um do Uruguai, um da Colômbia, um do Brasil e um da República da Coreia. O “Prémio Cidades Educadoras 2020”, atribuído pela Associação Internacional de Cidades Educadoras, destacou projetos inovadores com enquadramento no tema “Inclusão e Democratização da Cultura”.

O “ArtcomVida”, criado e desenvolvido pela Rede Social de Anadia, é um projeto que incentiva Instituições Particulares de Solidariedade Social do concelho a criar curtas-metragens, tendo os seniores como protagonistas. O Município de Anadia é parceiro desta iniciativa, que promove o bem-estar e destaca os benefícios da prática artística para a qualidade de vida na terceira idade.

O projeto “ArtcomVida” promove ainda a valorização social de seniores, uma vez que os trabalhos apresentados são depois dados a conhecer a toda a comunidade anadiense, através de um festival de cinema amador, que culmina com uma gala de entrega de prémios. O reconhecimento público das obras produzidas favorece e potencia a troca de experiências e de conhecimentos entre os participantes e, simultaneamente, cria momentos de diversão e convívio.

 

 

Fonte: Município de Anadia