Um dos assuntos focados no livro «Bussaco vs Buçaco», de Nuno Alegre, é o da Escola da Lameira de São Pedro, construída por Francisco Grandella, um comerciante lisboeta que, segundo o autor da obra, «se apaixonou por uma professora e quis construir-lhe uma escola – que possui uma estrela de cinco pontas deixada no frontão do edifício – para a sua amada ter melhores condições de trabalho». «Em tempos houve uma rua com o nome de Francisco Grandella, mas depois, por qualquer motivo, substituíram-lhe o nome», lamentou o autor lusense.

Uma lacuna que Claudemiro Semedo, presidente da Junta do Luso, diz que ficará resolvida nos próximos tempos. «Vamos já, a partir de amanhã, trabalhar neste assunto e escolher uma rua que seja digna do nome do responsável pela construção da Escola da Lameira de São Pedro», rematou.

 

 

Texto de MSL

Imagem com Direitos Reservados