O Município de Cantanhede está a proceder a obras de fundo na entrada poente da cidade junto ao quartel dos Bombeiros Voluntários, onde se inclui uma nova rotunda e o arruamento paralelo ao espaço de feiras.

Neste tempo de pandemia, a autarquia procedeu à construção de uma rotunda, que tem como objetivo principal dar maior escoamento ao trânsito na entrada da cidade. No meio, está colocada uma escultura que tem como nome “Poema à Vida”, uma obra que saiu do Simpósio da Pedra, realizado no nosso Museu, da autoria de Abílio Febra.

“O tema POEMA À VIDA não poderia ter melhor oportunidade que este momento de pandemia”, afirma a presidente da autarquia, Helena Teodósio, que assumiu esta escultura e a colocação naquele local específico como “uma homenagem a todos os cidadãos, autarcas, IPSS’s, profissionais de saúde, bombeiros e forças policiais que, nesta fase dura das nossas vidas, sempre colocaram o seu dever à frente da sua própria vida, combatendo este vírus com todas as suas forças”.

A presidente da edilidade justificou desta forma a colocação da escultura “Poema à Vida” naquele local, que é de passagem diária de milhares de pessoas que trabalham na cidade e que nos visitam.

 

 

Fonte: Município de Cantanhede