Depois de três desfiles e mais de 16 mil entradas pagas, chegou ontem ao fim a edição de 2020 do Carnaval Luso Brasileiro da Bairrada. Há habitual animação das escolas de samba juntaram-se os reis do evento – os atores Leonardo Vieira e Luciana Abreu – que, não só cumpriram o papel que lhes foi destinado como ainda dançaram com sambistas e público, criando momentos inusitados de verdadeira euforia.

“Vou muito emocionada pelo carinho que me deram a mim, ao Leonardo e às minhas filhas”, disse, ao final da tarde de ontem, Luciana Abreu, aquando do discurso na varanda dos Paços do Município, depois de três desfiles no Carnaval da Mealhada. “Obrigada a todas as escolas de samba por todo o esforço e pelos quilómetros feitos na avenida”, acrescentou ainda.

Palavras corroboradas por Leonardo Vieira, que designou o Carnaval de “maravilhoso”. “Obrigada por todo o carinho e vibração positiva. Viva Portugal. Viva a Bairrada. Que Carnaval!”, elogiou o ator brasileiro.

Este ano foram diversos os temas na avenida, com destaque para os Sócios da Mangueira com “Tradicional ou realidade virtual. Vamos brincar?”, Amigos da Tijuca com “Nove e Zero. A Tijuca não esteve, mas vai lá estar”, Real Imperatriz com “Imperatriz à descoberta do mundo” e Batuque com “Fiz as malas, viajei”.

Um trabalho apresentado na avenida e que orgulha os foliões. “As escolas cada vez estão melhores. Mesmo aleijados, sem algumas penas e com ameaças de chuva, hoje voltamos a sair com muita alegria”, declarou, ao nosso jornal, Micael Lourenço, carnavalesco da Real Imperatriz, de Casal Comba.

“Obrigada às escolas de samba. Sem vocês o Carnaval não existe”, referiu Janine de Oliveira, presidente da direção da Associação de Carnaval da Bairrada, que marca o primeiro evento do seu mandato com a realização de três desfiles consecutivos, que levaram ao centro da cidade da Mealhada milhares de pessoas.

Os agradecimentos são ainda estendidos à equipa que a acompanha e à Câmara Municipal da Mealhada que tem “ajudado em todo este processo”. “Para o ano o Carnaval festeja 50 anos e a festa vai ser ainda maior”, adiantou a dirigente da ACB, entidade que em entradas pagas, durante os três dias, contabilizou 8.800 no domingo, 4.000 na segunda-feira à noite e cerca de 3.500 na tarde de ontem.

 

 

Texto de Mónica Sofia Lopes

Galeria de fotografias, de José Moura, em https://www.facebook.com/bairradainformacao/