A Academia Latina da Gravação™ anunciou hoje que José Cid, Joan Baez, Omara Portuondo (Cuba), entre outros receberão o Prêmio de Excelência Musical deste ano. A celebração será durante uma cerimónia no Waldorf Astoria Las Vegas, em 13 de novembro de 2019, como parte da comemoração do 20.° aniversário da semana do Latin GRAMMY®. O cantor, compositor e vencedor do Latin GRAMMY Johnny Ventura, e a jornalista mexicana Paola Rojas serão os anfitriões do evento.

O Prémio de Excelência Musical é concedido a artistas que fizeram contribuições de significado artístico excepcional para a música latina. O Prémio da Junta Diretiva é conferido a indivíduos que fizeram contribuições significativas, além de performance, à música durante suas carreiras. O Conselho de Diretores da Academia Latina da Gravação é o órgão que vota as duas distinções.

A Academia divulgou que “José Cid adaptou sem esforço a influência da música popular anglo ao estilo original do pop-rock português. Em 1956, o surgimento de sua banda cover Os Babies marcou um momento de “antes e depois” para o pop-rock em Portugal. O seu próximo grupo, o Quarteto 1111, criou as bases do rock português, com uma forte tonalidade psicodélica e lançamentos inovadores, como o enorme sucesso de 1967 “A Lenda De El-Rei D. Sebastião”. Continuando como artista solo, em 1978 lançou 10000 Anos Depois Entre Vénus e Marte, considerado uma obra prima do rock progressivo. Ao atingir um novo estágio de maturidade musical nos anos 1980, Cid transformou seu songbook (cancioneiro) das raízes de Portugal no maravilhoso Fado de Sempre. Com dezenas de sucessos, ele continua a ser uma grande atração em concertos em Portugal, lançando novas músicas e álbuns de shows ao vivo”.

Reagindo a este prémio José Cid confessa emocionado: “Com este prémio, sem dúvida que este é, entre outros, o prémio mais importante, de pouco mais de 50 anos de carreira como músico e poeta, um reconhecimento que o público português nunca me negou! Antes pelo contrário! Estou também feliz porque o Pop rock Português, sempre tão impossibilitado de atravessar fronteiras, é reconhecido a este nível. Parabéns a todos os meus colegas que escrevem e cantam em Português! Bem hajam e que Deus nos proteja!”.

 

Fonte: Facebook “José Cid”