A candidatura do Movimento Independente Mais e Melhor, encabeçada por António Jorge Franco, reagiu, esta quinta-feira, às notícias que dão conta da intenção de Rui Marqueiro, recandidato à Autarquia da Mealhada, de trazer para a Mealhada um polo do Politécnico de Coimbra, sublinhando terem previsto no seu programa “a criação de Polos de Conhecimento e Investigação Avançada aplicada aos setores estratégicos do Município”.

No comunicado, remetido à comunicação social, o movimento escreve que no seu programa eleitoral, “na secção dedicada à Indústria”, se compromete a “impulsionar a criação de Polos de Conhecimento e Investigação Avançada aplicada aos setores estratégicos do Município, em articulação com os meios académicos, científicos e empresariais envolventes, a situar na Fábrica das Devesas (Pampilhosa) e nas antigas instalações do Instituto da Vinha e do Vinho (Mealhada)”.

No mesmo documento, o Mais e Melhor apelida “de boa notícia para o município da Mealhada”, o protocolo de cooperação entre a Escola Profissional Vasconcellos Lebre e o Instituto Politécnico de Coimbra, assinado em junho 2019, na Câmara da Mealhada; e lamenta a venda da Escola Profissional da Mealhada em 2020, que diz ser “uma página muito negra do passado recente (e do presente) no concelho da Mealhada”.