De 2017 a 2020, o volume de reciclagem recolhida no concelho de Águeda aumentou 64,42%. “Os números sobre os materiais recolhidos para reciclagem (que podem ser consultados em https://i4c.cm-agueda.pt) são claros: das 1.228,1 toneladas recolhidas em 2017, Águeda passou para as 2.019,28 toneladas em 2020”, avança o Município em comunicado.

Em 2017, foram recolhidas 1.228,1 toneladas de resíduos, entre vidro (740,68), papel/cartão (279,98) e embalagens (207,44), um valor que cresceu para as 1.562,02 toneladas em 2018 (842,82 de vidro, 463,29 de papel/cartão e 255,91 de embalagens). Já em 2019, foram recolhidas 1.821,13 toneladas (923,35 de vidro, 573,51 de papel/cartão e 324,27 de embalagens), atingindo um volume superior a duas mil toneladas (2.019,28) em 2020, dividido da seguinte forma: vidro (967,93), papel/cartão (639,59) e embalagens (411,76).

Deste modo, o crescimento é acentuado e cifra-se nos 64,42%, com o maior aumento, em relação a 2017, a verificar-se no papel/cartão, com 128,44%, seguindo-se as embalagens (98,50%) e o vidro (30,68%).

Também nos óleos alimentares, houve um aumento da quantidade recolhida, de 4.258 litros em 2017 para 7.203 litros em 2020 (66,82% de crescimento).

Recorde-se que “a Câmara de Águeda tem desenvolvido um conjunto alargado e transversal de ações com vista a consolidar Águeda como um Município ecologicamente exemplar. Entre as medidas tomadas, está o aumento do número de ecopontos completos no concelho (de 164, em 2017, para 259 em 2020), bem como o alargamento da rede de recolha e a implementação do serviço de recolha de recicláveis porta a porta”.

A Autarquia disponibiliza ainda “um serviço gratuito de recolha de resíduos domésticos volumosos (monstros ou monos), bastando aos cidadãos solicitar a recolha através do número 800 203 197, para combinar o dia e a hora”.