O Município de Oliveira do Bairro reforça o apoio em equipamentos informáticos ao Agrupamento de Escolas local, com 213 tablets e 76 acessos à internet, para distribuição por alunos carenciados do concelho, que se somam aos 130 computadores já entregues.

Lília Ana Águas, Vereadora da Educação, explicou que este apoio “só é possível com a estreita colaboração e empenho do Agrupamento de Escolas de Oliveira do Bairro, que trabalhou no levantamento de necessidades, para que fosse possível a distribuição destes equipamentos por alunos, do 1.º Ciclo ao 12.° ano, do escalão A e B, da Ação Social”.

“Este trabalho conjunto permite que o ensino à distância seja possível no nosso Concelho, sem agravar as desigualdades no acesso à educação e combatendo o insucesso escolar”, acrescentou a autarca.

Por seu lado, Duarte Novo, Presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, lamenta que “o governo avance com uma decisão [de reabrir as atividades letivas em regime de ensino à distância] sem assegurar o mínimo de condições de acesso para todos os alunos”.

De acordo com o líder da autarquia bairradina, o Município investiu “cerca de 110 mil euros em equipamentos informáticos para alunos”, desde o início da pandemia.

“Mais uma vez, tem que ser o Município a assumir um investimento que deveria ser do Estado Central, assegurando que todos os alunos têm as condições mínimas de acesso ao ensino, que deve ser universal e gratuito e não potenciador do agravamento das desigualdades sociais”, acrescentou Duarte Novo.

 

Autarquia assegura acolhimento de alunos filhos de trabalhadores essenciais

Ainda no âmbito da área da Educação, e com as escolas a manterem-se encerradas, a autarquia de Oliveira do Bairro vai continuar a assegurar o acolhimento dos alunos filhos ou outros dependentes a cargo de trabalhadores de serviços essenciais, assim como as refeições escolares aos alunos do pré-escolar e 1.º ciclo, beneficiários do escalão A e B, que são da responsabilidade do Município.

O acolhimento dos alunos é feito nos Polos Escolares de Bustos e de Oliveira do Bairro. No caso dos trabalhadores dos setores essenciais com filhos com idades entre os 0 e os 3 anos, a resposta de acolhimento é a Creche da Santa Casa da Misericórdia do Concelho.

De referir ainda que, o Município está a apoiar o Agrupamento de Escolas de Oliveira do Bairro na entrega ao domicílio de refeições aos alunos do 2.º e 3.º ciclos e ensino Secundário, dos escalões A e B.

Lília Ana Águas garante que o Município “está a trabalhar de forma empenhada e em estreita ligação com o Agrupamento de Escolas de Oliveira do Bairro, de forma a minimizar ao máximo os constrangimentos provocados pelo encerramento das escolas”.

“Estamos a trabalhar de forma abnegada e persistente, para resolver e antecipar problemas, em defesa das nossas crianças, dos nossos idosos e de todas as famílias do Concelho”, destacou a vereadora da Educação, que é também responsável pelos pelouros da Ação Social e da Idade Maior, acrescentando que a autarquia “assegurou em tempo útil as necessidades da comunidade escolar, como tínhamos prometido”, realçando que “a nossa prioridade são sempre as pessoas”.

 

 

Fonte: Município de Oliveira do Bairro