A Câmara Municipal de Anadia aprovou, no passado dia 27 de maio, por maioria, o Relatório e Contas referentes ao ano de 2019. O documento contou com os votos favoráveis dos vereadores do MIAP e a abstenção do PSD.

O documento apresenta uma elevada taxa de execução orçamental, com um excelente grau de execução das Grandes Opções do Plano (GOP), sendo ainda de registar uma diminuição do endividamento bancário. Ao nível económico-financeiro, o Município de Anadia continua a apresentar indicadores bastante sólidos e com tendência de crescimento ao longo dos últimos anos.

A execução orçamental da receita foi de 87,93%, enquanto que a da despesa atingiu os 85,66%. Relativamente às GOP, a sua execução andou nos 80,36%. Há ainda a registar a diminuição do endividamento bancário de 0,929 milhões de euros.

O total da Receita Municipal atingiu cerca de 21,434 milhões de euros, registando uma variação marginal de -3,34% em relação ao período homólogo, apesar de apresentar um grau de execução na ordem dos 87,93%.

Ao nível da Despesa Municipal verifica-se, por seu turno, um aumento face ao ano de 2018, tendo alcançado 20,880 milhões de euros, registando uma variação de 3,43% em relação ao ano transato e apresentando um grau de execução de 85,66%.

As GOP apresentam um acréscimo na ordem dos 2,80%, passando de 9,126 milhões de euros em 2018 para 9,381 milhões de euros em 2019, invertendo a tendência de diminuição verificada no ano transato. O grau de execução situou-se nos 80,36%, ou seja, +6,04% face ao ano transato, tendo-se registado uma taxa de 91,28% relativamente ao montante comprometido das GOP face ao previsto.

Uma vez mais, as funções das GOP com maiores montantes comprometidos foram as sociais e as económicas, mostrando, por um lado, a preocupação do Executivo em melhorar as infraestruturas sociais do Concelho e, por outro lado, a preocupação com o setor económico como alavanca para o desenvolvimento sustentável a médio e longo prazo.

O Relatório e Contas de 2019 demonstra, assim, que o Município de Anadia continua a apresentar uma boa saúde e gestão financeira, facto que permite dotar verbas para investimento em despesas de capital, tão importantes para o contínuo desenvolvimento do concelho, com base em fundos próprios e sem o recurso ao financiamento bancário.

De salientar que a Certificação Legal das Contas não tem qualquer reserva ou ênfase por parte dos Revisores Oficiais de Contas, o que denota que as contas apresentam uma imagem verdadeira e apropriada da situação económica e financeira do Município de Anadia.

O executivo eleito pelo MIAP pretende continuar a apresentar bons indicadores, ao longo do seu mandato, transmitindo a informação financeira de forma profissional, fidedigna e detalhada e, acima de tudo, colocando sempre Anadia em primeiro plano nas decisões que toma.

O documento vai agora ser submetido à Assembleia Municipal de Anadia para discussão e aprovação, em sessão que deverá acontecer no decorrer do mês de junho.

 

 

Fonte: Município de Anadia