A pandemia declarada pela Organização Mundial de Saúde, em virtude da propagação de infeções do aparelho respiratório de origem viral causadas pelo agente coronavírus (SARS-COV-2 e COVID-19), encontra-se disseminada por todo o mundo e, a cada dia que passa, evolui rapidamente. 

A situação excecional que vivemos, bem como a evolução de casos de contágio registados, levou, inclusivamente, a que, no passado dia 18 de Março, fosse decretado o estado de emergência no nosso País, por força do Decreto Presidencial n.º 14-A/2020, de 18 de Março.

Nesse sentido, o CDS-PP entende que devemos enfrentar este momento particularmente difícil com serenidade, esperança e otimismo, mas, sobretudo, com união. O País deve estar unido no combate a um inimigo que é invisível e não revela piedade, e os políticos devem ser testemunho dessa unidade nacional que propõem.

É fundamental prevenir, conter e informar. Nesse campo, as Autarquias assumem um papel de enorme relevo. É o poder local quem está mais próximo das pessoas e a quem, em primeira instância, as populações recorrem e se socorrem.

O CDS-PP detém uma rede nacional de outdoors – onde se destacam os concelhos de Águeda, Albergaria-a-Velha, Arouca, Aveiro, Espinho, Mealhada, Santa Maria da Feira, Vagos e Vale de Cambra – para efeitos da difusão da sua mensagem política. Ora, o CDS-PP entende que num período desta gravidade essa rede será mais útil se utilizada ao serviço das populações pelas Autarquias locais.

Com efeito, o Presidente do CDS-PP, Francisco Rodrigues dos Santos, remeteu no dia de hoje uma carta aos Presidentes de Câmara, transmitindo a total disponibilidade do partido para ceder temporariamente, a título gratuito, os equipamentos presentes no respetivo Município, por forma a serem utilizados em campanhas de informação às populações, designadamente, nas medidas de prevenção e de resposta ao contágio pelo COVID-19.

Esta é uma luta de todos. E apenas com todos será possível vencê-la.

 

 

Fonte: Grupo Parlamentar do CDS-PP

Imagem com Direitos Reservados