O presidente da Comunidade Intermunicipal (CIM) da Região de Coimbra, José Carlos Alexandrino, está preocupado com o aumento de casos de COVID-19 no território da CIM.

O responsável tem estado em contacto permanente com a Autoridade Regional de Saúde (ARS) do Centro, com as entidades de proteção civil e com os 19 presidentes dos municípios desta Região, mas considera que, face ao aumento registado de casos positivos, é urgente tomar medidas no que toca a aumentar a capacidade de realização de testes.

José Carlos Alexandrino afirma, por isso, que se deve seguir a orientação da Organização Mundial de Saúde (OMS), que através do seu diretor geral, Tedros Ghebreyesus, no dia 16 de março, deu a indicação que só com testes de despistagem em massa e com medidas de isolamento será possível conter a pandemia, reforçando que a mensagem da OMS a todos os países é simples: «Testar, testar, testar».

Testes em larga escala para os casos suspeitos ainda são a melhor alternativa para conter a disseminação do vírus e, por isso, o presidente da CIM Região de Coimbra realça que será importante agilizar todas as formas de proceder à realização de testes, incluindo a mobilização de laboratórios privados, centros de testes e outras formas que possam ser adequadas para chegar a este objetivo.

 

 

Fonte: CIM Região de Coimbra

Imagem: geralt (https://pixabay.com/pt)