Filipa Mendes, residente em Sangalhos (concelho de Anadia), está «presa» nas ilhas Galápagos onde está a trabalhar há dois meses, depois da instituição onde fazia voluntariado, desde Janeiro passado, ter decretado algumas medidas de prevenção, há cerca de duas semanas, fruto do surto epidemiológico Covid-19, que atingiu o mundo inteiro.

 

Notícia em atualização