Milhares de pessoas assistiram, na tarde de ontem, ao primeiro corso da edição de 2020 do Carnaval Luso Brasileiro da Bairrada. O evento, onde participam cerca de um milhar de desfilantes, repete-se na noite desta segunda-feira, pelas 21 horas, e na tarde de amanhã, a partir das 14h 30m. No desfile de hoje, Luciana Abreu irá sambar, aquando da passagem pelas bancadas do corso, com a madrinha da bateria da escola de samba Batuque.

O centro da Mealhada encheu-se de cor, alegria e muito samba, na tarde de ontem, e a moldura humana preencheu as principais ruas da cidade. Gaiteiros, cabeçudos, grupos apeados, bailarinas do Dance with Heart e os reis do Carnaval da Mealhada – os atores Luciana Abreu e Leonardo Vieira – nada faltou no primeiro desfile carnavalesco. “Correu tudo muito bem e o clima esteve a nosso favor”, declarou Janine de Oliveira, presidente da direção da Associação de Carnaval da Bairrada, garantindo que o corso desta noite será abrilhantado “pela descida de Luciana Abreu, junto às bancadas, para sambar com a rainha da bateria do Batuque (a última escola do desfile)”.

É precisamente para as escolas de samba que atenção dos visitantes mais se foca.  “Tradicional ou realidade virtual. Vamos brincar?” foi o tema dos Sócios da Mangueira, da Póvoa da Mealhada; “Nove e Zero. A Tijuca não esteve, mas vai lá estar” foi o enredo dos Amigos da Tijuca, de Enxofães (concelho de Cantanhede); “Imperatriz à descoberta do mundo”, o da Real Imperatriz, de Casal Comba; e “Fiz as malas, viajei”, do Batuque, a escola oriunda da Mealhada.

E o público aplaudiu. “Há muitos anos que não vínhamos cá. Foi muito lindo, tudo muito organizado e não houve espaço entre as escolas, o que foi muito bom”, destacou Sandra Gabriel, que veio, com a filha e o marido, de Leiria à Mealhada, “pela proximidade entre as duas cidades, mas também por ser um desfile com alguma fama. Têm muitos grupos e muitas escolas”. Declarações corroboradas por Filipa Castanheira, oriunda de Anadia, que, ao nosso jornal, destacou a mudança do evento da zona desportiva para o centro da cidade: “É mais acolhedor e faz-me lembrar os tempos de criança”.

A festa continua esta noite, com o desfile noturno a ter início às 21 horas seguindo-se a atuação de Nuno Bastos, na Tenda gigante. Amanhã, terça-feira, o último corso do Carnaval da Mealhada 2020 tem início às 14h 30m, estando a noite reservada para o Sambado e a divulgação do resultado do concurso de escolas de samba Joham d’Oliveira.

O custo de entrada nos corsos é de seis euros, acrescendo três euros para quem optar ficar em lugar de bancada. As crianças com idade inferior a seis anos não pagam e as entradas na Tenda de animação noturna são totalmente gratuitas.

 

8.800 bilhetes vendidos no corso de ontem

Na tarde de ontem, foram contabilizados 8.800 bilhetes de entrada no recinto do corso do Carnaval da Mealhada. “Se juntarmos aos bilhetes vendidos, os convites e os moradores das ruas por onde passa o corso, acreditamos que terão estado no recinto 10.000 pessoas”, afirmou a presidente da direção da Associação de Carnaval da Bairrada, referindo-se ao primeiro, de três desfiles, que acontecem na Mealhada até esta terça-feira.

 

 

Texto de Mónica Sofia Lopes

Galeria de fotografias, de José Moura, em https://www.facebook.com/bairradainformacao/