Bruno Coimbra pediu a suspensão do seu mandato na Assembleia Municipal da Mealhada, até 30 de setembro de 2020, alegando compromissos profissionais e políticos que o levam acumular funções no Parlamento, mas também no Partido Social Democrata.

Recorde-se que Bruno Coimbra foi eleito deputado na XIV Legislatura na Assembleia da República, estando atualmente a cumprir o terceiro mandato. O jovem lusense, de trinta e oito anos, foi também eleito, pelos seus pares, no passado mês de novembro, coordenador do Grupo Parlamentar do PSD na Comissão de Ambiente, Energia e Ordenamento do Território, com setenta e cinco votos favoráveis em setenta e nove possíveis.

Para além disso, Bruno Coimbra, licenciado em Engenheira do Ambiente, é atualmente o Secretário Geral Adjunto do Partido Social Democrata.

Em documento remetido a Daniela Esteves, presidente da Assembleia Municipal da Mealhada, Bruno Coimbra pediu a suspensão do mandato até 30 de setembro de 2020, uma solicitação aprovada por maioria, no passado dia 30 de dezembro, com três abstenções.

Na exposição apresentada, Bruno Coimbra garante ainda “estar certo de que o mandato estará bem assegurado pelo elemento que se lhe segue na lista”.

 

 

Texto de Mónica Sofia Lopes

Imagem com Direitos Reservados