O Concerto de Ano Novo em Cantanhede está agendado para o próximo sábado, dia 4 de janeiro, a partir das 21h 30m, no auditório do Centro Social e Paroquial de S. Pedro. A chegada de 2020 será assinalada com um espetáculo erudito que articula a interpretação ao vivo da música de João Vasco com projeções multimédia desenvolvidas para o efeito por este pianista e compositor reconhecido nacional e internacionalmente pelo seu trabalho de síntese de várias formas de expressão artística.

No Concerto de Ano Novo serão interpretados temas de “2016”, o mais recente trabalho discográfico de João Vasco, que estará ao piano no palco, acompanhado pelo violinista Pedro Lopes e pelo violoncelista Fernando Costa.

O evento é promovido pela Câmara Municipal, em parceria com a União de Freguesias de Cantanhede e Pocariça, a Paróquia de Cantanhede, a Associação Empresarial de Cantanhede e a Associação António Fragoso.

 “2016” é um concerto multimédia estruturado com base em composições inéditas para piano, violino e violoncelo. A estreia foi em Paris em fevereiro de 2019, após o que se seguiram espetáculos em Lisboa e em várias outras cidades de países de quatro continentes. Para cada obra musical de João Vasco – que é também videasta premiado – concebeu filmes inéditos que, em palco, dialogam com a música, criando uma atmosfera sonora e visual simbiótica e de assinalável singularidade estética. 

A música, essa, vagueia entre as influências que o compositor e pianista adquiriu durante a formação de base e o seu percurso artístico, desde os grandes mestres dos períodos Clássico e Barroco até às maiores referências da música erudita contemporânea. Segundo o autor, “2016” é inspirado no universo musical de Ryuichi Sakamoto mas também na obra de compositores como Schubert, Chopin, Stravinsky, Schnitke e Ligeti, minimalistas como Steve Reich e Philip Glass e também portugueses como Eurico Carrapatoso e Bernardo Sassetti.

 

 

Fonte: Município de Cantanhede