O Relatório do Auditor Externo sobre a informação económica, financeira e orçamental do Município de Oliveira do Bairro, relativo ao primeiro semestre de 2019, demonstra a diminuição das dívidas a terceiros, uma receita corrente superior à despesa corrente e uma execução orçamental superior à do período homólogo de 2018.

Este relatório, apresentado e discutido na continuação da sessão extraordinária da Assembleia Municipal de Oliveira do Bairro, que terminou esta 2.ª feira, 18 de novembro, dá cumprimento à legislação em vigor, relativa ao Regime Financeiro das Autarquias Locais, sendo elaborado por uma entidade externa à autarquia, de acordo com as “normas internacionais de auditoria e demais normas e orientações técnicas e éticas da ordem dos Revisores Oficiais de contas e com a extensão considerada adequada às circunstâncias”, conforme referido no documento.

Duarte Novo, Presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, referiu, a propósito do documento, que este é “demonstrativo do esforço de gestão que estamos a fazer, aumentando a eficiência e a produtividade do trabalho realizado pela autarquia em prol das pessoas, com o objetivo de libertar receita para continuar a investir em todas as freguesias do Município, com projetos que tragam mais valias evidentes para as populações, alguns deles já visíveis no terreno e outros que terão início a curto/médio prazo”.

Relativamente às contas do passivo, o Relatório do Auditor Externo refere “uma diminuição das dívidas a terceiros de médio e longo prazo, no montante de 913 mil euros, (…) [e] uma redução das dívidas a curto prazo, no montante de 634 mil euros”.

Outra constatação importante do relatório refere que “a despesa paga foi inferior à receita cobrada (…) em 775.571 euros” e que “a receita corrente excedeu a despesa corrente em 2.137.535 euros”, libertando assim receita para investimento.

Ao nível da execução orçamental comparada, relativa ao primeiro semestre do ano, o Município apresenta um grau de execução superior ao período homólogo de 2018 (de 40% para 48%), aumentando também a receita cobrada em 19%.

 

 

Fonte: Município de Oliveira do Bairro