Janine de Oliveira é a nova presidente da direção da Associação de Carnaval da Bairrada, para o mandato 2019-2022. Os trinta e quatro associados que se dirigiram à urna, ao final da tarde de ontem, foram unânimes no voto favorável aos novos órgãos sociais da entidade que, anualmente, organiza o tradicional Carnaval Luso Brasileiro da Bairrada.

“Obrigada por terem confiado na minha pessoa e nas pessoas novas que trouxe para a lista”, afirmou Janine de Oliveira, minutos depois dos resultados terem sido tornados públicos.

A nova presidente da direção da ACB focou os elogios na anterior equipa, responsável pelo Carnaval ter regressado ao centro da cidade da Mealhada. “Jamais aceitaria este cargo se não tivesse havido o trabalho da direção anterior e não estivessem comigo aqui, agora”, disse a dirigente, adjetivando o trabalho realizado de “extraordinário”. “Está tudo feito. Agora é pegar, limar e continuar”, acrescentou.

Palavras corroboradas pela nova vice-presidente da direção, Paula Gradim, que garantiu que “a fasquia está elevada” e que agora “temos a tarefa difícil de a manter”. “Já ouvimos a anterior direção e agora vamos querer absorver tudo o que diz respeito às escolas. Queremos saber quais os seus principais desafios e dificuldades”, acrescentou, garantindo que outra das prioridades “é reunir com a Câmara da Mealhada”.

A juntarem-se a Janine de Oliveira e Paula Gradim, a nova direção conta com Patrícia Santos como tesoureira; Catarina Pedro e Bruno Gaspar são primeiro e segundo secretários, respetivamente. Como vogais estão Hugo Baptista e Bárbara Duarte; e em suplente Emílio Ferreira.

No conselho fiscal e na assembleia-geral, a lista conta, quase na totalidade, com elementos provenientes dos órgãos sociais do anterior mandato. Assim, Alexandre Oliveira é o novo presidente do conselho fiscal, Bruno Diogo o vice-presidente, Gonçalo Santos o secretário e Carlos Castela é o suplente.

Na assembleia-geral, Carla Carvalheira mantém-se a presidir à mesa, Luís Moreira é o vice-presidente e João Ramalho o secretário.

 

Mónica Sofia Lopes