A União de Freguesias de Amoreira da Gândara, Paredes do Bairro e Ancas, no concelho de Anadia, leva a cabo um conjunto de ações para celebrar os quinhentos anos da Carta de Foral concedida a Paredes do Bairro, que irão decorrer de 20 a 22 de setembro.

A recriação histórica da atribuição do Foral, concedido a 20 de dezembro de 1519 por D. Manuel I, vai estar a cargo do grupo Bombarda. O programa cultural prevê outras ações de animação de rua, bem como uma mostra de costumes, artes, ofícios e gastronomia, no qual participarão todas as associações e coletividades da União de Freguesias de Amoreira da Gândara, Paredes do Bairro e Ancas.

Uma carta de foral, ou simplesmente foral, era um documento real utilizado em Portugal, que visava estabelecer um concelho e regular a sua administração, deveres e privilégios.

O foral tornava um concelho livre do controlo feudal, transferindo o poder para um concelho de vizinhos (concelho), com a sua própria autonomia municipal. Por conseguinte, a população ficava direta e exclusivamente sob o domínio e jurisdição da Coroa, excluindo o senhor feudal da hierarquia do poder.

Garantia terras públicas para o uso coletivo da comunidade, regulava impostos, portagens e multas e estabelecia direitos de proteção e deveres militares dentro do serviço real.

Os forais foram extintos por Mouzinho da Silveira em 1832.

 

Fonte: Município de Anadia