Maria Lucília Murta estreia-se na Biblioteca Municipal de Cantanhede com a exposição Pintura com Café e Latonagem a Estanho, que está patente ao público até ao próximo dia 30 de março, naquele equipamento cultural.

A mostra é constituída por 29 trabalhos elaborados a partir das técnicas artesanais da latonagem em estanho e da pintura com café. Na técnica utilizada para moldagem deste metal com tanta tradição em Portugal, a autora escolhe como temas centrais dos seus trabalhos, motivos florais e geométricos repetidos, demonstrando a extensão do seu universo imaginativo. Já nos trabalhos apresentados na pintura com café, as temáticas abordadas pela artista variam desde as paisagens urbanas, aos monumentos históricos portugueses e à representação de figuras humanas e religiosas, entre outras, revelando toda a sua criatividade na abordagem das diversas temáticas.

 

Sobre Maria Lucília Murta

Maria Lucília Salvador Ventura Murta nasceu na Tocha, concelho de Cantanhede, em 1933. Residiu durante muitos anos em Cantanhede, vivendo atualmente em Lisboa. O gosto pela arte motivou-a a frequentar aulas de pintura na Academia Avenida Rio de Janeiro, em Alvalade e na Academia da Portela. Nestas instituições aperfeiçoou as técnicas do trabalho com folha de estanho e da pintura, nomeadamente de cerâmica e com café.

Maria Lucília Murta realizou várias exposições dos seus trabalhos, das quais se destacam as que decorreram nos Centros de Exposições do Hotel Roma, em Lisboa, nos anos 2015, 2016 e 2017; do S. João de Brito, em Alvalade e no da Academia da Portela, em 2018.

As técnicas que Maria Lucília Murta utiliza nos seus trabalhos são variadas e vão da arte de “desenhar” sobre folha de estanho, passando pela minuciosa pintura de porcelana, até à sua mais recente técnica artística, a pintura com café.

 

Fonte: Município de Cantanhede