Feliz Natal, senhores drones, que pairaram pelos céus do aeroporto de Gatwick, na semana passada, impedindo que milhares de pessoas passassem o Natal em família.

Não, esta não é uma mensagem irónica. É um agradecimento!

Agradecemos o facto de a vossa posição ter permitido que fossem vistos e assim prevenido uma grande tragédia. Nunca se sabe….

Agradecemos pela única coisa que nos aconteceu ter sido somente a distância física de passarmos um Natal em família. Pior seria se nunca mais nos tivéssemos visto!

Nos primeiros segundos, minutos e talvez até por algumas horas, tornámo-nos egoístas e vimos isto como um problema tão grande que só as lágrimas nos deixaram descansar!

Nesta altura, esquecemos a fome no mundo e as tragédias que acontecem no dia-à-dia enquanto somente seguimos numa estrada “conduzindo” o nosso percurso normal. Esquecemos até os atentados terroristas que matam tantas pessoas pelo mundo, todos os anos, durante todo o ano!

Focámo-nos somente em nós e no quanto queríamos passar o Natal fisicamente em família. Só pensávamos nas viagens marcadas antes do verão e do impacto que esta altura tem especialmente para quem está fora e quer vir para o “seu” Portugal!

Lembrámo-nos das crianças e das prendinhas que iam chegar pelas «mãos» daqueles que lhes são mais queridos!

Esquecemos tudo e só trouxemos ao de cima o que o nosso coração sentiu quando ligámos a televisão e vimos que drones tinham colocado em “suspenso”, durante dezenas de horas, o aeroporto de Gatwick, em Inglaterra.

Sabíamos que nessa altura, naquele lugar, estavam os “nossos” e nem a réstia de esperança que sentimos permitiu que hoje cá estivessem!

Senhores drones, estamos todos bem. Não estamos fisicamente, mas falamos ainda mais vezes do que o normal. Marcámos novas viagens (que fazemos questão de não lhes dizer, não vá “o diabo tecê-las”) e agora é nesse objetivo que estamos focados, até porque, senhores drones, o Natal é verdadeiramente todos os dias. Há tantas coisas na vida, infelizmente, tão piores!

Obrigada, senhores drones, por nos terem “obrigado” a procurar alternativas para aquilo que de repente nos pareceu o maior problema do mundo. Obrigada, por nos fazerem pensar efetivamente naquilo que importa: no amor. E isso nenhum drone o irá suspender ou cancelar como se de um voo se tratasse!

 

Nota: A direção e redação do jornal online «Bairrada Informação» deseja, desta forma, a todos(as) os(as) nossos(as) leitores(as), colaboradores, clientes, família e amigos um eterno Feliz Natal.

Um Natal que perdure cheio de amor durante todos os dias do ano. Desejamos que os nossos/vossos problemas possam sempre ter alguma solução, nem que, em determinado momento, nos parece que esta não existe!

É com amor e muito sentimento que vos remetemos esta singela mensagem! Fiquem sempre perto de nós!

 

Mónica Sofia Lopes

Nuno Miguel Rodrigues