Os percursos Dourado e Verde da Grande Rota da Ria de Aveiro, que atravessam o concelho de Anadia, foram inaugurados, no passado sábado, 26 de junho, com a realização de um percurso em bicicleta, no troço do roteiro Dourado, entre Sangalhos e Oliveira do Bairro.

O ato contou com a presença da presidente de Câmara de Anadia, Maria Teresa Cardoso, dos vereadores do executivo, dos presidentes da União de Freguesias de Arcos e Mogofores e das Freguesias de Sangalhos e Vilarinho do Bairro, bem como de elementos do Núcleo de Cicloturismo da Bairrada. Fizeram ainda parte da comitiva, o presidente Duarte Novo e vereadores da Câmara de Oliveira do Bairro, o presidente da Comunidade Intermunicipal da Região de Aveiro, Ribau Esteves e o presidente da Câmara da Murtosa, Joaquim Batista.

«O percurso simbólico que ligou a Igreja Matriz, no Passal, em Sangalhos, até ao Parque do Carreiro em Oliveira do Bairro, contou com o apoio logístico da Freguesia de Sangalhos, tendo os Municípios de Anadia e Oliveira do Bairro disponibilizado bicicletas para o efeito», avança, em comunicado, a Autarquia de Anadia, que acrescenta que “antes do início do passeio, a comitiva realizou uma visita guiada à Igreja Matriz de Sangalhos, acompanhada pelo Pároco Padre Melo que, em traços gerais, identificou os aspetos mais relevantes daquele património religioso, que se enquadra neste roteiro”.

O Município de Anadia é atravessado pelos dois percursos, “Dourado” e “Verde”. O “Dourado” atravessa o concelho na Freguesia de Sangalhos. O “Verde” nas Freguesias de Avelãs de Cima, Moita, Arcos/Mogofores, Tamengos/Aguim/Óis do Bairro, São Lourenço do Bairro e Amoreira da Gândara/Paredes do Bairro/Ancas.

Maria Teresa Cardoso sublinhou que as rotas desempenham “um papel importante na promoção do turismo de natureza e de bem-estar do concelho, permitindo o conhecimento do vasto património existente no Município”.

A Grande Rota da Ria de Aveiro é um percurso de longa rota, com quase 600km de extensão total, ligando os 11 municípios da Comunidade Intermunicipal, dividindo-se em três percursos independentes e um conjunto de 11 percursos náuticos. Estendendo-se por toda a Região de Aveiro, a Grande Rota da Ria de Aveiro abrange áreas classificadas de reconhecido valor natural e também redes de percursos pedestres, centros de BTT e ciclovias desenvolvidas pelos 11 Municípios que a integram. Trata-se de uma iniciativa para conferir visibilidade, notoriedade e reconhecimento externo ao património natural existente na Região, não só para fins de conservação, proteção e desenvolvimento, como também para fins turísticos e de visitação.

«O Percurso Dourado (GR58) é o mais amplo e diverso dos três percursos constituintes da Grande Rota da Ria de Aveiro. De perfil linear, ao longo dos seus cerca de 234 km, percorre e explora paisagens e ecossistemas que do mar e da Ria se estendem às serras e ao vale do Vouga. Indicado para o cicloturismo, este percurso atravessa algumas das mais importantes povoações da Região», explica o documento municipal, que conclui que «o Percurso Verde (GR59) é o que mais se afasta da Ria de Aveiro ao longo do seu traçado de cerca de 194 km, destacando-se pela altimetria mais desafiante e desníveis acumulados mais acentuados. Tal como nos restantes percursos, a intermodalidade é uma das suas principais características, sendo possível percorrer os seus caminhos a pé ou de bicicleta».