As Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) do concelho de Anadia voltaram a “abraçar” o desafio lançado pela Rede Social de Anadia para decorar a cidade. A iniciativa “O Social abraça Anadia” tem, este ano, como tema “Anadia vive afetos com esperança”. Para além da principal avenida da cidade, a decoração foi alargada às rotundas das várias artérias e integra também trabalhos realizados pela comunidade que se quis associar.

A abertura da exposição dos trabalhos aconteceu, na passada sexta-feira, com a presidente da Câmara de Anadia, Maria Teresa Cardoso, acompanhada pela vereadora da Ação Social, Jennifer Pereira, e da Coordenadora da Rede Social, Dora Gomes, a realizar um périplo por todos os trabalhos expostos, os quais poderão ser visitados até ao final do mês de julho. “Na ocasião, a autarca deixou uma palavra de agradecimento aos responsáveis das instituições sociais e entidades participantes, destacando ainda a criatividade e qualidade dos trabalhos realizados”, lê-se num comunicado de imprensa da Autarquia, que acrescenta que “a atividade tem como objetivo dar a conhecer o trabalho das Instituições de Solidariedade Social e proporcionar uma atividade lúdica com visibilidade aos seus clientes, designadamente crianças, idosos e pessoas com dificuldade intelectual e desenvolvimental”.

Tendo como tema principal os afetos, as “obras artísticas” expostas mostram a criatividade dos participantes que utilizaram materiais reciclados na sua produção, dando assim um colorido e uma visibilidade diferentes à cidade de Anadia.

Para além do embelezamento da principal avenida de Anadia (José Luciano de Castro e 25 de Abril), as decorações estenderam-se a 11 rotundas: Pastelaria Doce Flor, Cemitério de Anadia, Centro de Saúde de Anadia, em frente ao Agrupamento de Escolas de Anadia, Pinheiro, Avenida das Laranjeiras (4), Bombeiros Voluntários de Anadia/Rodoviária de Anadia e EN 235 na Moita. A fachada dos Paços do Município e as Praças Visconde Seabra e do Município também foram alvo de decoração.

Este ano o projeto foi alargado à comunidade, contando com a participação do Agrupamento de Escolas de Anadia; Colégio Salesiano São João Bosco de Mogofores; Projeto “Anadia Maior” – Espaço Sénior; Projeto “Ser+ em Anadia!”; e UMAA – Unidade Móvel de Atendimento de Anadia.

Nesta iniciativa tomaram parte as seguintes Instituições de Solidariedade Social: APPACDM de Anadia; Associação Social de Avelãs de Caminho; Bem-Me-Quer, Lda; Casa do Povo de Amoreira da Gândara; Centro Social de Anadia; Centro de Apoio Social de Vila Nova de Monsarros; Centro Social Cultural e Recreativo da Poutena; Centro Social Maria Auxiliadora de Mogofores; Centro Social e Cultural Nossa Sra. do Ó de Aguim; Centro Social Cultural e Recreativo da Freguesia de Avelãs de Cima; Centro Social Cultural e Recreativo de Paredes do Bairro; Centro Social e Paroquial da Moita de Anadia; Centro Social Recreativo e Cultural da Pedralva; Centro Social São José de Cluny; Clinica Ibervita; Club de Ancas; Misericórdia da Freguesia de Sangalhos; Obra de Promoção Social da Sagrada Família (Casa Imaculada Conceição); e Santa Casa da Misericórdia de Anadia.