No âmbito das comemorações do Dia das Boas Ações 2021, que se assinala no próximo dia 11 de abril, o Município de Cantanhede iniciou, através do Banco de Recursos Colmeia, uma campanha de angariação de bens essenciais para inúmeras famílias do concelho, nomeadamente nesta fase tão difícil e complicada que estamos a viver.

Este equipamento social da autarquia presta, mensalmente, apoio a mais de 130 famílias, nomeadamente com a atribuição de géneros alimentares, produtos de higiene, têxteis, vestuário, acessórios, calçado, equipamento doméstico, eletrodomésticos, mobiliário, brinquedos, material didático, entre muitos outros. No entanto, o Banco de Recursos Colmeia apresenta inúmeras carências particularmente ao nível de móveis e eletrodomésticos, não tendo, muitas vezes, capacidade para satisfazer as necessidades de quem recorre a esta resposta social.

A este propósito Célia Simões, vereadora com o pelouro da Ação Social e Saúde, lança um apelo “a toda a população” aproveitando “o Dia das Boas Ações para iniciar uma campanha que se estende a todo o mês de abril, tendo como principal objetivo sensibilizar a comunidade a doar o que já não necessita e que se encontre em perfeitas condições de ser reutilizado. Este é um gesto tão simples e de enorme generosidade, que contribui para a melhoria das condições de vida de muitas famílias”.

A autarca reforça que “em virtude da crise pandémica que estamos a atravessar, o número de famílias vulneráveis tem vindo gradualmente a crescer, assim como as suas necessidades, algo que o Banco de Recursos Colmeia tem tentado colmatado da melhor forma”, lembrando “que o Banco de Recursos vive única e exclusivamente à base de donativos, daí apelarmos à doação bens que estejam em bons estado e que possam ser reutilizados, nomeadamente mobiliário, como mesas de cozinha, roupeiro, camas, colchões ou cómodas, assim como eletrodomésticos ou cadeira de repouso (rebatível) para 1 pessoa sem mobilidade, estas são algumas das lacunas mais prementes da instituição”.

Célia Simões salienta ainda que, “além desta vertente social o projeto tem uma vertente ecológica, pois a recuperação, reutilização e reciclagem destes bens permitem uma maior proteção ao meio ambiente”, não terminando sem antes congratular-se com o “regresso dos voluntários já a partir do dia 12 de abril, principalmente pelo relevante papel que têm desempenham em todo o projeto Banco de Recursos”.

O Dia das Boas Ações – Good Deeds Day é um movimento que pretende unir pessoas de todo o mundo que realizam boas ações em benefício da comunidade e do planeta. A iniciativa foi apresentada em 2007 pela empresária e filantropa, Shari Arison, e lançado e organizado por Ruach Tova (NGO), uma parte da TheTed Arison Family Foundation, o braço filantrópico do Grupo Arison. Desde essa data já são mais de 100 os países aderentes.

O Projeto Banco de Recursos – Colmeia assume-se como uma resposta social solidária dirigida aos sectores mais desfavorecidos da comunidade. É uma loja social, que presta um serviço de apoio imediato e direto, dando resposta às necessidades básicas e secundárias das famílias e indivíduos, que se encontram em situação de vulnerabilidade social e/ou económica, visando a promoção da melhoria das suas condições de vida através da atribuição de bens de várias espécies. Surge como um complemento da intervenção social do Município de Cantanhede dirigida a cidadãos e famílias, proporcionando o envolvimento da sociedade civil, empresas e cidadãos, na recolha dos bens, promovendo desse modo, competências no âmbito da cidadania, obedecendo à lógica do “Dar e Receber”.

Este projeto permite também promover a preservação ambiental, contribuindo para o combate ao desperdício, procedendo ao reaproveitamento de bens e equipamentos, fomentando a economia circular.

 

 

Fonte: Município de Cantanhede