Em abril de 2021 o Instituto Nacional de Estatística, I. P., vai realizar o XVI Recenseamento Geral da População e VI Recenseamento Geral da Habitação – CENSOS 2021, a maior operação estatística nacional, realizada pelo INE. Os Censos vão “contar” todos os cidadãos e famílias residentes no território nacional, bem como todos os alojamentos e edifícios destinados à habitação. De modo a garantir a qualidade da execução dos Censos e acautelar os riscos para a população, recenseadores e demais estrutura de recolha que a operação comporta no atual contexto epidemiológico o INE definiu um Plano de Contingência.

O Plano de Contingência para os Censos 2021 inclui, entre outras medidas, a observação de um rigoroso protocolo de segurança de saúde pública ao abrigo das regras emanadas pelas autoridades de saúde, uma estratégia que reforça a opção pela recolha de informação através da internet e o apoio à população através de uma linha telefónica, com possibilidade da resposta telefónica dirigida essencialmente a grupos da população com maior dificuldade na resposta pela Internet ou impedidos de contacto presencial, nomeadamente por razões de saúde pública.

 

A dimensão desta operação estatística implica o recrutamento de cerca de 11 000 Recenseadores dispersos por todo o País, em regime de Contrato de Prestação de Serviços, que serão, resumidamente, responsáveis por:

o Distribuir cartas com códigos para acesso a resposta por internet;

o Assegurar a totalidade das respostas;

o Prestar todos os esclarecimentos necessários às famílias sobre a resposta aos CENSOS;

o Recolher/confirmar a informação de edifício;

o Recolher e registar as respostas em alojamentos que não respondem pela internet;

o Proceder à validação da informação recolhida, de acordo com as orientações recebidas.

 

PERFIL

o Habilitações académicas ao nível do 12.º ano (preferencialmente);

o Competências ao nível da microinformática e da utilização de TIC;

o Smartphone [Android 5.0 ou iOS 12 ou superior] (com ecrã de 5 polegadas ou superior) com ligação à internet ou Tablet com ligação à internet;

o Capacidade para estabelecer contactos interpessoais, ser cordial, agradável, metódica/o e rigorosa/o;

o Conhecer bem a zona geográfica para a qual se candidata.

o Disponibilidade aos fins de semana e durante a semana a tempo parcial;

o Disponibilidade de transporte próprio (preferencialmente).

 

REQUISITOS PARA CONTRATAÇÃO (a efetuar em regime de prestação de serviços):

o Estar coletado/a nas Finanças como trabalhador/a independente ou a possibilidade de recorrer ao Ato Isolado;

o Estar inscrita/o na Segurança Social como Trabalhador/a Independente ou estar isento/a;

o Não possuir dívidas às Finanças e à Segurança Social;

o Disponibilidade para participar em sessão informativa referente à atividade a desenvolver.

 

Excecionalmente nos termos do DL 54/2019 de 18 de abril podem candidatar-se:

o As/Os trabalhadoras/es que exercem funções públicas podendo acumular essas funções com o exercício de funções públicas remuneradas;

o As/Os aposentadas/os, reformadas/os, reservistas fora da efetividade e equiparados.

 

CONDIÇÕES

o Contrato de Prestação de Serviços com a duração de cerca de 2 meses (entre abril e junho de 2021);

o O pagamento pelos serviços prestados varia em função dos resultados apresentados (um recenseador com 600 alojamentos atribuídos e que termine o seu trabalho em 6 semanas receberá em média 1500€).

 

CANDIDATURAS

As candidaturas são obrigatoriamente formalizadas, até 15-02-2021, através do preenchimento online do formulário disponível em https://recrutamento.ine.pt/Pages/Candidatos/CandidatosIniciar.aspx?AKxppZ6XozwJm1btjwf3vL0iEZNCH-oVvDF5rvdB33g.

Serão pré-selecionadas/os e convocadas/os para entrevistas de seleção apenas as/os candidatas/os que melhor se enquadrem nos requisitos definidos, de acordo com as necessidades a que se candidatarem e a calendarização da seleção prevista (previsivelmente entre fevereiro e março de 2021).