Rui Marqueiro, presidente da Câmara da Mealhada, discorda “em absoluto” da tomada de posição do Governo de não estender o horário de funcionamento da restauração até às 15 horas, aos sábados e domingos, nos próximos dois fins de semana.

Em declarações à Lusa, o edil defende não ter conhecimento de que alguém tenha sido infetado em restaurantes do concelho e lamenta que esta posição, divulgada hoje pelo primeiro-ministro António Costa, não tenha em conta que a restauração, no concelho da Mealhada, representa “um dos maiores setores económicos do município”.