A Câmara da Mealhada vai pagar a vacinação contra a gripe aos cerca de quatro mil munícipes com mais de 65 anos recenseados no concelho.  Esta é mais uma medida do Município com vista à defesa da população mais frágil, os idosos, em tempo de pandemia.

A vacinação, que surge no âmbito de um protocolo estabelecido entre o Executivo de Rui Marqueiro e a Associação Dignitude, vai decorrer em seis farmácias do concelho, aquelas que aderiram ao programa a convite da Associação.

Apesar da vacina da gripe ser gratuita no Sistema Nacional de Saúde, o objetivo da Câmara Municipal é o de evitar congestionamentos nos centros de saúde. Para o efeito, todas as pessoas, com mais de 65 anos, devem solicitar marcação prévia numa farmácia, suportando a Câmara da Mealhada o custo da vacinação.  Não necessitam de receita médica, bastando o comprovativo de idade.

No Município da Mealhada, são seis as farmácias que aderiram ao programa: a Farmácia Miranda e a Farmácia Brandão, na Mealhada, a Farmácia Ruivo e Farmácia Nova, ambas no Luso, a Farmácia Foral, na Vacariça e a Farmácia Silva Campos, na Pampilhosa.

A Associação Dignitude é uma instituição particular de solidariedade social que realiza programas solidários com o objetivo de promover a qualidade de vida e o bem-estar dos portugueses. No contexto da pandemia, criou diversas respostas, nomeadamente o Programa “Vacinação SNS Local”, precisamente com o objetivo de proteger os mais vulneráveis.

“Nesta altura, o importante é fazermos chegar, com a maior simplicidade e segurança, os cuidados médicos aos que mais precisam deles. A vacina da gripe é ainda mais importante neste tempo de pandemia para defesa das nossas populações e, por isso, considerámos importantíssimo apoiar quer a população, quer as nossas estruturas de saúde, aliviando-as, com este protocolo com as farmácias. Portanto, estamos aqui a falar de um pequeno custo para a Câmara face ao grande benefício que iremos alcançar”, sublinha Rui Marqueiro, presidente da Câmara Municipal da Mealhada.

 

 

Fonte: Município da Mealhada