Rui Marqueiro e António Gravato, presidentes da Câmara da Mealhada e da Fundação Bussaco, respetivamente, irão esta terça-feira, 29 de setembro, a uma audição da Comissão de Agricultura e Mar, a requerimento do Grupo Parlamentar do Bloco Esquerda, “a propósito do estado e do novo modelo de gestão da Mata Nacional do Bussaco”. A sessão ordinária está agendada para as 15 horas.

Recordamos os(as) nossos(as) leitores(as) que os deputados do Grupo Parlamentar Bloco de Esquerda entregaram, em meados de setembro, um requerimento na Assembleia da República com um pedido de audição urgente para ouvirem o secretário de Estado da Conservação da Natureza, das Florestas e do Ordenamento do Território, bem como os presidentes da Câmara da Mealhada e da Fundação Bussaco, acerca «da inação e abandono da Mata, da pouca transparência da Fundação e do novo modelo de gestão que está em elaboração». Nessa altura, e em declarações ao «Bairrada Informação», Rui Marqueiro e António Gravato consideraram o momento mais «uma oportunidade» de apresentarem «o esforço que tem sido feito para manter e valorizar a Mata Nacional do Bussaco», que é propriedade do Estado.