“O processo de migração, que abrange a área dos concelhos da Comunidade Intermunicipal da Região de Aveiro terá início no dia 10 de setembro com a ressintonia do emissor de Águeda.

Decorrerá durante cerca de três semanas, havendo, contudo, um interregno de duas semanas entre 11 e 25 de setembro, concluindo-se o processo com a ressintonia do emissor instalado em Lourosa, no concelho de Santa Maria da Feira, no dia 29 de setembro. Note-se que este emissor, embora instalado num local fora dos concelhos que compõem a CIM RA, dá acesso ao serviço TDT a parte da população dos concelhos de Ovar e Murtosa.

Os trabalhos de ressintonia dos emissores têm início de manhã, entre as 9 e as 10 h da manhã, sendo que, enquanto decorrem os trabalhos de ressintonia (que demoram entre 4 a 6 horas), será colocado em funcionamento um emissor portátil, na frequência atual de funcionamento do emissor a ressintonizar, por forma a que a população continue a ter acesso ao serviço.

Quando os trabalhos de ressintonia do emissor terminarem, este emissor é ligado na nova frequência, e o emissor portátil é desligado.

Será neste momento que, para a população ter acesso ao serviço, terá de efetuar uma nova sintonia do televisor ou descodificador na nova frequência em que o emissor está a emitir.

Note-se que haverá um período de interrupção do serviço, muito curto (inferior a um minuto), quando se desligar o emissor a ressintonizar e colocar em funcionamento o emissor portátil. Contudo, como o emissor portátil irá emitir na frequência atual, a imagem voltará a aparecer na televisão sem que seja necessário efetuar qualquer operação.

Após os trabalhos de ressintonia e quando se desligar o emissor portátil, aí sim, terá que se proceder à sintonia dos recetores, pois as emissões de televisão passaram a efetuar-se numa nova frequência e é essa frequência que terá de ser sintonizada nos recetores.

Chama-se a atenção, contudo, que a população que possui as suas antenas de receção orientadas para o emissor do Monte da Virgem, em Vila Nova de Gaia, que emite no canal 42, nomeadamente a residente nas zonas costeiras de Ovar e Murtosa, não será afetada por este processo, pois este emissor não irá alterar a sua frequência de emissão.

O novo calendário de ressintonia dos emissores que afetam os concelhos da CIM RA é o seguinte:

Local Canal_Atual Canal_Futuro Data_Migracao
Águeda 56 44 10-09-2020
Águeda Industrial 56 44 11-09-2020
São Bernardo 56 36 25-09-2020
Aveiro Centro 56 36 28-09-2020
Lourosa 56 36 29-09-2020

 

Para ajudar a população neste processo, a ANACOM criou uma linha telefónica de apoio gratuita (800 102 002), que funciona todos os dias entre 9h e as 22h, para dar informação e ajudar a fazer a sintonia dos televisores à distância. Caso as pessoas não consigam fazer a sintonia com o auxílio dos operadores da linha telefónica, nem com o auxílio de técnicos da ANACOM que formarão, por assim dizer, uma segunda linha de apoio mais técnico, então está prevista a possibilidade de as equipas no terreno da ANACOM, se deslocarem à residência destas pessoas, que precisam de um apoio mais direto, para procederem à ressintonia dos recetores.

Para divulgar esta informação junto das populações a ANACOM vai distribuir, em todas as casas e estabelecimentos comerciais, uma carta e um folheto explicativo sobre a migração da rede de TDT e a sintonia dos televisores.

A ANACOM tem no seu sítio na internet o folheto explicativo em formato digital (https://online.fliphtml5.com/rchw/haqd/) e um vídeo que explica todo o processo (https://www.youtube.com/embed/9fESWKW1tig?rel=0&autoplay=1) que as Câmaras Municipais e as Juntas de Freguesia podem divulgar nos respetivos sites e redes sociais, e usar essa informação, no caso dos municípios,  nas faturas da água, nos boletins municipais, newsletters ou nos jornais das autarquias, quando existam, bem como em transportes municipais de que disponham. Sempre que tenham oportunidade deverão divulgar o processo junto dos órgãos de comunicação social regionais, que são uma boa forma de chegar às populações.”

 

Fonte: ANACOM