“A Biblioteca de Cantanhede reabriu as suas portas ao público durante a semana, depois de implementadas medidas necessárias e de definidos procedimentos de segurança adequados para o acesso dos utentes. Encerrada desde meados do mês de março por imposição governamental, no âmbito da declaração de Estado de Emergência, a Biblioteca disponibilizará, mesmo que de forma gradual e condicionada, o acesso seguro a todos os utilizadores”, lê-se num comunicado de imprensa da autarquia.

Durante a primeira fase de desconfinamento, e segundo a mesma fonte, “este equipamento cultural funcionará de forma bastante condicionada, de segunda a sexta-feira, das 9h00 às 13h00 e das 14h00 às 17h00, encerrando aos fins-de-semana. O acesso do público e a sua permanência no interior será limitado de forma a salvaguardar a distância física de 2 metros entre os utilizadores, privilegiando-se os acessos de curta duração e por motivos estritamente justificados, seguindo as indicações da Direção-Geral da Saúde”.

Os utilizadores terão obrigatoriamente de se apresentar com máscaras pessoais, efetuando à entrada do edifício, uma desinfeção das mãos com álcool gel e calçar capas protetoras de calçado descartáveis, fornecidas pelos serviços da autarquia.