A sessão pública ordinária da Assembleia Municipal da Mealhada realiza-se no próximo sábado, dia 2 de Maio, por videoconferência, a partir das 10h00. A reunião será efetuada a partir da aplicação Zoom – https://www.zoom.us/-, sendo o ID o 911 7430 5817 e a password amm2020, o que permite que qualquer pessoa, com dispositivo móvel (e/ou computador) e internet, possa assistir.

Depois do período de intervenção do público e do período antes da ordem do dia, destinado às bancadas políticas, serão discutidos pontos como o do «parecer do auditor externo acerca da certificação legal das contas de 2019» do Município, «apoio às freguesias em atividades de natureza social» e «aditamento ao Contrato Interadministrativo da Delegação de Competências do Município, enquanto Autoridade de Transportes dos serviços públicos de transporte de passageiros, celebrado entre o Município da Mealhada e a Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra».

Em comunicado, enviado à imprensa, a comissão política na Mealhada do PCP «discorda da obstinação na marcação desta sessão nas condições referidas». Para o partido comunista «realizar a sessão nestes moldes acarreta inevitáveis constrangimentos», nomeadamente, «o da participação e representação que cada eleito deve assumir; o da participação do público, que é um direito com consignação na lei; e o do acompanhamento pelos munícipes e outros interessados, já que se trata de uma sessão pública». Para além disso, defendem, que a lei «permite que as reuniões cujo calendário está previamente fixado possam ser adiadas, em limite, até 30 de junho».

 

 

Texto de Mónica Sofia Lopes

Imagem com Direitos Reservados