Um despiste de um veículo ligeiro ocorreu na manhã de ontem no Itinerário Complementar 2, em Santa Luzia, junto aos semáforos que dão acesso à Pampilhosa, no concelho da Mealhada. Mãe e filho, ao que tudo indica oriundos do Luso e que seguiam para uma consulta em Coimbra, apenas sofreram ferimentos ligeiros.

O alerta foi dado para a corporação dos Bombeiros Voluntários da Pampilhosa cerca das 8h36 desta terça-feira. «O condutor da viatura, que sofre de epilepsia, terá tido uma indisposição, perdendo o controlo do carro, que entrou em despiste e só parou nuns outdoors que se encontram naquela proximidade», explicou, ao «Bairrada Informação», Fernando Abrantes, comandante da corporação da Pampilhosa, sobre o acidente que ocorreu no sentido Norte-Sul.

No local estiveram os Bombeiros da Pampilhosa com duas ambulâncias e quatro operacionais e os Bombeiros da Mealhada com quatro elementos e um veículo de desencarceramento. «Os ocupantes da viatura ficaram mecanicamente encarcerados, uma vez que as portas do carro não abriam», continuou ainda Fernando Abrantes, explicando que «os dispositivos das corporações estão reduzidos (devido a medidas de prevenção ao Covid-19)» e que, neste acidente, «foi necessário pedir apoio à Mealhada».

No local estiveram também o carro e mota da Viatura Médica de Emergência e Reanimação, tendo as vítimas ligeiras do despiste sido conduzidas ao Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra.

A GNR da Mealhada tomou conta da ocorrência. «O trânsito ficou ligeiramente congestionado, mas como agora o fluxo é muito menor foi fácil voltar à normalidade. Em outras alturas teria sido complicado», concluiu ainda, ao nosso jornal, o comandante dos Bombeiros da Pampilhosa.

 

 

Texto de Mónica Sofia Lopes

Imagem com Direitos Reservados