O Centro Escolar de Sangalhos foi o local escolhido pelo Município de Anadia para assinalar, no passado dia 2 de março, o Dia Internacional da Proteção Civil.

A autarquia, através do Gabinete Municipal de Proteção Civil e do Gabinete Técnico Florestal, juntamente com os Bombeiros Voluntários de Anadia (BVA), a Guarda Nacional Republicana (GNR) e a Associação Florestal do Baixo Vouga (AFBV) promoveu uma ação de formação e informação, visando a sensibilização em matéria de autoproteção e de colaboração com as autoridades, no âmbito da Proteção Civil.

Sob o lema “A Proteção Civil Somos Todos Nós”, o Gabinete Municipal de Proteção Civil e Florestal deu a conhecer, de forma geral, aos alunos o que é a Proteção Civil, os seus objetivos e os vários agentes que a constituem, bem como as funções que cada um desempenha.

A GNR, através do Núcleo da Escola Segura, sensibilizou para as principais regras de segurança rodoviária, designadamente a utilização correta do cinto de segurança, a não utilização do telemóvel, bem como os cuidados a ter no atravessamento de passadeiras e, nomeadamente ao circular na berma da estrada.

Os Bombeiros Voluntários abordaram os princípios básicos de socorrismo, os procedimentos que devem ser aplicados a uma pessoa em perigo de vida, visando manter os sinais vitais, o que se deve fazer, como se deve fazer, tendo sido efetuada nesse sentido uma pequena demonstração.

Por sua vez, a equipa de Sapadores Florestais da AFBV alertou os mais novos para a necessidade da limpeza da floresta na defesa de pessoas e bens, a fim de evitar a propagação de incêndios e as medidas e ações especiais de prevenção a tomar, nomeadamente junto a habitações e povoações.

“Civil Defence and Firts Aider in Every Home” era o tema deste ano do Dia Internacional da Proteção Civil, com o qual se pretendeu destacar o cidadão, enquanto primeiro agente de proteção civil.

 

 

Fonte: Município de Anadia