O Comando Territorial de Coimbra da Guarda Nacional Republicana, através do Núcleo de Investigação Criminal de Cantanhede, ontem, dia 28 de novembro, identificou um homem de sessenta e cinco anos, pela posse de arma proibida, em Cantanhede.

Na sequência de uma desavença entre vizinhos, em que o suspeito efetuou ameaças de morte, chegando mesmo a disparar em direção da vítima, foi dado cumprimento a dois mandados de busca, uma domiciliária e outra em veículo, que resultou na apreensão de uma caçadeira, setenta e um cartuchos, um cartucho zagalote e documentação relativa à arma.

O suspeito foi constituído arguido e os factos remetidos ao Tribunal Judicial de Cantanhede.

Esta operação contou com o reforço do Destacamento de Intervenção de Coimbra.