A Câmara Municipal da Mealhada apresentou seis doces ao concurso “7 Maravilhas – Doces de Portugal”: o Morgado do Bussaco, os Caramujos de Luso, as Cavacas de Luso, o Casticito, o Leitão Doce e as Papas de Carolo do Rei.

A Mealhada aguarda com expectativa a fase de apuramento dos vinte e um doces por distrito, que deverá acontecer em abril. Após a vitória nacional na “Mesa da Bairrada ao Mondego”, em 2018, candidatura na qual o município da Mealhada participou, são altas as expectativas para este novo concurso.

Na categoria “Território”, a Mealhada candidatou dois doces completamente distintos: o Morgado do Bussaco, doce à base de claras, mel, açúcar amarelo e miolo de noz, que nasce no seio do Palace Hotel do Bussaco; e os Caramujos de Luso, doce conventual à base de gemas de ovo, açúcar, água e folha de obreia com forma de elementos marinhos, que ali chegaram há mais de meio século pelas mãos de uma religiosa do Mosteiro de Lorvão e, atualmente, produzidos e comercializados pela empresa Semedo & Bonito.

As também conhecidas Cavacas de Luso – um bolo seco, redondo, de textura dura, com uma cobertura de calda de açúcar -, que surgem do aproveitamento das claras de ovo dos caramujos, também produzidas pela empresa Semedo & Bonito, concorrem na categoria “Bolos Secos”.

Já na categoria “Inovação” foram apresentadas duas propostas: o Casticito, pastel criado pelo restaurante “O Castiço”, que resulta de uma mistura de sabores regionais, confecionado de modo próprio e peculiar, provocando uma explosão única de sabores, que remetem para a uva, fruto de importância fulcral na região da Bairrada; e o Leitão Doce, criado pela Docealhada, um pastel ao mesmo tempo estaladiço, suave e untuoso, com o sabor intenso do mel da serra do Bussaco.

As Papas de Carolo do Rei concorrem na categoria “Doce de colher”. O restaurante “Rei dos Leitões” recuperou uma tradição da região, associada ao Dia de Todos os Santos, de papas simples, mas ricas, à base de carolo, nozes, pinhões, avelãs, amêndoas, passas, ameixas secas, figos passados, calandro, cerejas cristalizadas, açúcar, casa de limão, canela, manteiga e sal.

A organização do concurso “7 maravilhas – Doces de Portugal” deverá divulgar a primeira lista de vinte e uma – três em cada categoria -, que posteriormente passará a uma lista mais reduzida, de sete doces por distrito.

 

Fonte: Município da Mealhada