António Gravato, Luís Segadães e Rui Marqueiro

A Mata Nacional do Bussaco abrirá as suas portas ao público, na próxima quinta-feira, dia 20 de dezembro, após dois meses encerrada devido à passagem da tempestade Leslie pelos cento e cinco hectares de toda a Mata. “Vão sair dois mil metros cúbicos de lenha”, declarou, na passada sexta-feira, dia 14, António Gravato, da Fundação Mata do Bussaco, aquando da plantação de uma árvore de Luís Segadães, presidente das “7 Maravilhas de Portugal”.

A abertura na manhã do próximo dia 20 contará com a presença de Miguel Freitas, secretário de Estado das Florestas e Desenvolvimento Rural, fazendo jus ao que prometeu há cerca de um mês, no mesmo local.

Desta feita, será também cumprida a data prevista de conclusão “dos trabalhos mais musculados” para antes do Natal.

 

Texto de MSL

Imagem de Arquivo de José Moura