Juvenal Santos é candidato a presidente da direção da Sociedade Mangueirense para o biénio 2018 – 2020. O ato eleitoral para os órgãos sociais da escola de samba “Sócios da Mangueira” acontece no próximo sábado, dia 7 de julho, aquando da assembleia-geral, que tem início às 17 horas.

O candidato vai a votos para um cargo por onde passou, de 2008 a 2011, com a intenção de dar continuidade “ao trabalho efetuado até agora pela anterior direção”. Para além disso, e ao «Bairrada Informação», garante ter havido um pedido de “inúmeros sócios para que assumisse o papel”.

Na sua lista, André Castanheira segue como candidato a presidente da mesa da assembleia-geral e Pedro Castela para o conselho fiscal.

As listas para os órgãos sociais são entregues no decorrer da assembleia-geral, seguindo-se a eleição e tomada de posse.

Antes disso, haverá apresentação de contas da anterior direção, liderada por André Castanheira, o atual presidente da escola, que sai do cargo ao fim de seis anos. Uma decisão tornada publica, na rede social Facebook, no passado dia 18 de junho, logo depois de arrecadar o segundo lugar no Troféu Nacional do Samba.

“Saio com sentimento de dever cumprido, saio com cabeça erguida, por aquilo que fiz, tanto nos erros que cometi, como nas vitórias e nas derrotas”, lê-se na comunicação que fez, na sua página pessoal, onde ainda escreveu: “A minha consciência está tranquila depois destes seis anos e nada paga isso”.

“Mais do que as vitórias que alcancei, a maior delas é olhar para dentro e ver que não pára de crescer”, enfatiza André Castanheira, referindo-se à entrada de novos sócios e desfilantes para a escola de samba.

Recorde-se que, nos seis anos do seu mandato, a direção liderada por André Castanheira conseguiu três primeiros lugares no concurso do Carnaval Luso Brasileiro da Bairrada e um no Troféu Nacional do Samba, maratona onde a escola foi vice-campeã três vezes, incluindo o de 2018, no passado mês de junho.

 

Texto de Mónica Sofia Lopes

Facebook “Sócios da Mangueira – Escola de Samba”