O Comando Territorial de Coimbra da Guarda Nacional Republicana, através do Destacamento de Trânsito de Coimbra, realizou, na noite do dia 26 de outubro, uma operação de prevenção criminal, na Autoestrada 1, na Área de Serviço da Mealhada, que só terminou já na madrugada de domingo.

Durante o decorrer desta ação foram empenhados vários meios especiais da valência de Trânsito, nomeadamente, radares de controlo de velocidade e balanças para controlo de carga, através dos quais foi possível promover a segurança rodoviária dos milhares de utentes que utilizam diariamente o principal eixo viário nacional, bem como o empenhamento das valências Territorial e Ação Fiscal, dando assim um contributo para a prevenção e repressão da criminalidade, procurando detetar, não só estupefacientes, como todo o tipo de armas ilegais, habitualmente utilizadas na criminalidade violenta e grave.

No decorrer da operação, foram fiscalizados 703 condutores, tendo sido possível obter os seguintes resultados:

 

Detenções

Duas por tráfico de estupefacientes;

Uma por posse ilegal de arma;

Uma por condução sob a influência de álcool;

Duas por condução sem habilitação legal.

 

Apreensões:

Um veículo furtado;

58 doses de haxixe;

11 doses de cannabis;

Uma arma.

 

Detetadas 133 infrações das quais de destacam:

116 de âmbito rodoviário;

Doze de âmbito fiscal e aduaneiro;

Três por consumo de estupefacientes.

 

Estiveram empenhados nesta operação cerca de 110 militares, pertencentes ao Comando Territorial de Coimbra, à Unidade Nacional de Trânsito e à Unidade de Ação Fiscal.

Através da realização destas ações, a Guarda Nacional Republicana, pretende fortalecer e incrementar o sentimento de segurança rodoviária dos utentes das vias de todo o distrito de Coimbra, procurando prevenir ilícitos criminais ou manobras e ações que coloquem em causa a integridade física de todos os intervenientes no sistema rodoviário, nomeadamente dos seus condutores, ocupantes e peões.