Mais de meia centena de pessoas assistiram no passado dia 23 de outubro à conferência “A Saúde e Bem-Estar dos Idosos”, realizada no âmbito das comemorações do Dia Municipal da Pessoa Idosa

A organização a cargo do Serviço Municipal de Ação Social de autarquia, a iniciativa teve como principal objetivo alertar para o envelhecimento de forma ativa com qualidade de vida, perspetivando para isso estratégias e respostas adequadas à população sénior.

Pretende-se assim perspetivar o desenvolvimento de atividades, essencialmente junto da população idosa, de forma a proporcionar bem-estar, envolvendo para o efeito, todos os intervenientes que diariamente trabalham com população. A partilha deste tipo de informação é muito importante, pois permite conhecer a realidade de forma a delinear estratégias concelhias que acompanhem e deem resposta a esta franja crescente de população

Na sessão de abertura esteve presente Helena Teodósio, presidente da autarquia, começou por lembrar que “o aumento da esperança média de vida nunca devia ser visto como um problema, mas sim uma bênção, devendo ser dado o devido valor aos idosos”. Helena Teodósio deu como exemplo as sociedades tribais em que “os mais velhos são vistos como verdadeiros arquivos vivos, responsáveis por transmitir ensinamentos em áreas tão diferentes como a dança, artesanato, medicina, remédios ou mesmo nas técnicas utilizadas para a construção de uma habitação, valorizando a experiência e o saber adquiridos ao longo uma vida”. A concluir, a autarca referiu que “iniciativas como estas têm como principal objetivo alterar atitudes, promover e fortalecer os princípios da família, bem como contribuir para uma sociedade coesa e solidária”.

Na mesa de honra estiveram também, Célia Simões, vereadora responsável pelo pelouro da Ação Social, Manuel Veríssimo, presidente do Conselho de Administração do Hospital da Figueira da Foz, e de António Santos, diretor executivo da AD ELO.

Presente estiveram ainda vários presidentes de junta de freguesia, bem como responsáveis das direções de todas as IPSS’s do concelho, acompanhados por técnicos e colaboradores dessas instituições.

Foi ainda apresentado o projeto o projeto VirtuALL, que visa conjugar inovação, envelhecimento e qualidade de vida para a população sénior concelhia.

 

 

Fonte: Município de Cantanhede