A divulgação e a promoção das artes plásticas, conjugando a Bienal de Arte com outras atividades que sobre o mesmo tema decorrerão no certame, designadamente a Exposição sobre a obra de Mário Silva, são os objetivos da “1ª Bienal de Arte da EXPOFACIC”, que integra a 29.ª edição do Certame de Cantanhede, agendado de 25 de julho a 4 de agosto.

A dimensão e a importância da Expofacic estão na base da iniciativa da Comissão Organizadora, a realizar a cada dois anos, com exposição dos trabalhos a concurso na Expofacic e na Casa Municipal da Cultura de Cantanhede, dando a conhecer ao público a mais variada produção de artistas portugueses e estrangeiros.

A “1.ª Bienal de Arte da Expofacic” terá tema livre e a exposição estará patente na Expofacic, de 25 de julho a 4 de agosto e posteriormente na Casa Municipal da Cultura de Cantanhede.

Podem candidatar-se à “1.ª Bienal de Arte da Expofacic” artistas de ambos os sexos, com nacionalidade portuguesa ou estrangeira, sendo admitidas nesta primeira edição as áreas artísticas da pintura e do desenho.

O júri será constituído por cinco elementos, entre eles, a presidente da Câmara Municipal de Cantanhede e presidente da Comissão Organizadora da Expofacic, Helena Teodósio, o vice-presidente da Câmara Municipal de Cantanhede e vereador da Cultura, Pedro Cardoso e o presidente do Conselho de Administração INOVA, Idalécio Oliveira.

No âmbito da “1.ª Bienal de Arte da Expofacic” serão atribuídos três prémios, no valor € 2.500,00 (dois mil e quinhentos euros), 1.º lugar, no valor de € 2.000,00 (dois mil euros), 2.º lugar e no valor de € 1.500,00 (mil e quinhentos euros), 3.º lugar.

O regulamento e informação sobre os prazos da “1.ª Bienal de Arte da Expofacic” devem ser solicitados através do email expofacic@inova-em.pt.

 

Fonte: Comissão executiva do Gabinete de Imprensa da Expofacic 2019